Exército Tcheco adquire sistema de artilharia CAESAR

5
1941

No dia 30 de setembro, o ministro da Defesa tcheco, Lubomír Metnar, assinou contrato para a aquisição de 52 sistemas de artilharia autopropulsada CAESAR, na presença da ministra das Forças Armadas da França, Florence Parly, e CEO do Nexter Group, Nicolas Chamussy. Com este pedido, a República Tcheca se torna o terceiro cliente europeu e o sétimo usuário do CAESAR no mundo, que já possui de 350 unidades encomendadas.

O CAESAR (CAmion Équipé d’un Système d’ARtillerie) é um sistema de artilharia autopropulsado, sobre rodas, de 155 mm e 52 calibres, que pode ser montado sobre diversas plataformas e é considerado uma referencia mundial. Está em serviço no Exército Francês desde 2008, onde já provou seu valor em vários campos de batalha, e a versão tcheca será montada em um chassi Tatra 8X8, como os 19 que estão sendo entregue à Dinamarca.

A Nexter informou em comunicado os sistemas serão produzidos sob licença pelo CZECHOSLOVAK GROUP a.s. (CSG), com Tatra Trucks fornecendo o chassi, Tatra Defense Vehicles produzindo a cabine blindada, a Excalibur Army montando os sistemas e Retia integrando os sistemas de comunicação ligados ao sistema de controle de fogo de artilharia. As empresas tchecas STV e Explosia fornecerão projéteis convencionais e cargas modulares, com Nexter fornecendo munições especiais, como munições especiais.

Nicolas Chamussy elogiou a decisão da República Tcheca de adquirir um “sistema de artilharia comprovado e inovador, conhecido por sua alta confiabilidade”, e prosseguiu “seguindo o programa TITUS lançado em 2019, esta aquisição adicional é uma prova da qualidade da parceria entre a Nexter e a indústria de defesa tcheca”.

Fotos: Nexter

 

No Brasil

Em 29 de junho deste ano, foi publicada a Portaria 427-EME/C Ex, aprovando a diretriz de iniciação do projeto viatura blindada de combate obuseiro autopropulsado 155 mm sobre rodas (VBCOAP 155 mm SR) e criando a equipe para a realização dos estudos de viabilidade para o Projeto (EB20-D-04.005), que será integrante do Programa Estratégico do Exército (Prg EE) GUARANI, com apoio do Subprograma Sistema de Artlharia de Campanha (SPrg SAC) do Programa Estratégico Obtenção da Capacidade Operacional Plena (Prg EE OCOP).

Dentre os vários candidatos o Nexter CAESAR vem se destacando, com diversos oficiais generais tendo viajado a França para acompanhar sua operação e produção, e, nesta semana, um grupo de representantes e engenheiros da Thales Group estiveram em visita ao Arsenal de Guerra do Rio (AGR), informaram da possibilidade da produção dos tubos do obuseiro nessa organização militar.

Em 2014, durante a feira Eurosatory, a empresa brasileira Avibras Aerospacial firmou um acordo com a Nexter Systems para adaptar o sistema de CAESAR nos veículos da família Astros MK.6, com chassi Tatra T-815 6X6, aproveitando também toda a estrutura de comando e controle (C2) e meteorológico do Sistema Astros 2020, padronizando a frota da Artilharia. Esse programa foi apresentado ao Exército Brasileiro com o nome Sistema de Artilharia 155mm/52 AP SR Tupã, e chegou a ser celebrado um convênio entre o Centro Tecnológico do Exército (CTEx), o Departamento de Ciência e Tecnologia (DCT) e a Avibras para seu desenvolvimento, porem diversos problemas na época permitiram que a proposta fosse adiante, porém esse projeto pode retornar.

5 Comentários

  1. O VBCOAP 155 mm SR é o blindado mais importante a ser adquirido nos próximos anos. Muito mais importante que modernizar Cascavel ou comprar um “Centauro II”. Valerá cada centavo, se for o Caesar…
    .
    Um sistema moderno de 155mm destes operando dento do Sistema Gênesis, amparado por sistemas ISTAR de qualidade, como os HERMES 450 da FAB (que deveriam ser repassados para o EB, onde seriam extremamente mais úteis), deixaria o EB com muito mais capacidade de combate em um cenário moderno.

    • Bardini o Atmos israelense tbm seria uma boa não, nada contra o Caesar que é uma baita ferramenta mas custa caro o bicho???

    • Na verdade a prioridade da artilharia de campanha deveria ser a substituição do obuseiros AR M114 pre históricos.

  2. a República Tcheca iniciou o processo em 2019 e em 2 anos depois pronto concluído e ganhador, aqui no brasil estamos a quase 6 anos so olhando e sonhando……. realmente o brasil é o pais do futuro pois o futuro é algo que nunca chega de verdade, quando seremos o pais do presente?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here