Exército Italiano anuncia a compra de mais 40 novos blindados Centauros II

6
4302

A Diretoria de Armamentos Terrestres da Secretaria Geral de Defesa e a Diretoria Nacional de Armamentos, do Ministério da Defesa italiano anunciaram, em 28 de maio de 2020, a assinatura do contrato TER 20/018-VI, variação ao DAC TER 20/018, para a aquisição de 40 unidades do Centauro II, da versão 3.0, do Consortium IvecoOto Melara (CIO), incluindo todos os ajustes que possam resultar de testes de aprovação.

Esse novo contrato exige a atualização dos exemplares do Centauro II para a nova versão 3.0, que possui diversos melhoramentos, e assistência técnica para o ciclo de testes de homologação necessários após a atualização da nova configuração.

As alterações na versão 3.0 consistem principalmente na retirada do guincho de auto-recuperação, considerado desnecessário, melhorias no sistema de tiro, que permitirá o uso de munições programáveis e melhoramentos no campo visual do motorista com a inclusão de um novo sistema secundário de condução e vigilância.

Outras mudanças importantes em relação ao padrão 2.0 são a atualização do sistema elétrico e o aumento de 180 ° na abertura das portas de entrada/saída do da tripulação.

Internamente, o Esercito Italiano (EI) decidiu adotar um novo sistema manual de carregamento de munição, como contingência para o mecanismo de carregamento semiautomático. Esse modo permite que o servidor intervenha no caso de um mau funcionamento do sistema de seleção de munição.

Toda a série de rádios foi substituída pelo SDR VQ1, de quatro canais da Leonardo, com a utilização de apenas uma antena omnidirecional de alta frequência do sistema RCIED, colocada na parte superior da torre, eliminando assim as quatro antenas originalmente dispostas em torno da torre, e instalado um sistema ASID IFF (Identification Friend or Foe) M426, da Leonardo.

A SARC RWS Hitrole Light, da Leonardo, foi reposicionada para melhorar o ângulo de visão do sistema de vigilância panorâmica New Attila (Attila D), e os quatro lançadores de fumaça Galix serão substituídos por oito Rheinmetall 8 Rosy_Ls.

O DCA também solicita o apoio logístico de dez anos, envolvendo:

_ Extensão da garantia do 3º ao 10º ano no local de manutenção;

_ Manutenção de dez anos;

_  Quatro (4) conjuntos de equipamentos (casco + torre) para suporte direto;

_ Uma (1) estrutura elástica da oficina;

_ Duas (2) barracas de manutenção;

_ Cesta de bens e serviços com uma quantidade indeterminada (garantia extra / peças de teatro de operações, atividades de manutenção, cursos, estudos, atualizações C2, sistema de direção avançado).

 

Opção

A determinação de contratar o TER 20/018-VI prevê a compra de 56 novas blindados Centauro II, na configuração 3.0, integradas também por todos os ajustes que possam resultar dos testes de aprovação.

A opção abrange o suporte logístico de dez anos da nova parcela, bem como a compra de:

_ Cinco (5) conjuntos de equipamentos (casco + torre) para suporte direto;

_ Três (3) complexos de reboque para o apoio logístico das plataformas (ref. VBM Freccia);

_ Uma (1) estrutura elástica da oficina;

_ Três (3) barracas de manutenção;

Custos esperados

O financiamento está previsto nas Leis Orçamentárias de 2016 e 2017, com 528 milhões de euros de 2020 a 2029, alocados no orçamento do Ministério da Defesa Italiano e pouco menos de 632 milhões de euros de 2023 a 2030 do orçamento do Ministério do Desenvolvimento Econômico. Portanto, o montante total é igual a 1 bilhão e 159.950.000 milhões de euros, com um desenvolvimento temporal de 2020 a 2030.

Protótipo do Centauro II

O Blindado Centauro II

O  Centauro II é a nova versão do bem sucedido veículo blindado pesado B-1 Centauro, que entrou em serviço no EI há trinta anos. Esse blindado, que teve cerca de quinhentas unidades produzidas pelo consórcio CIO, formado pela então OTO Melara e IVECO, é utilizado pelo exército italiano.

Foi adquirido pelo Ejercito de Tierra espanhol, que também em versão de recuperação, e foi bastante testado pelo US Army como parâmetro comparativo para o desenvolvimento do Mobile Gun Systems (MGS) M1128, do Stryker Force. Uma versão armada com o canhão OTO Melara de 120mm L/45 foi vendida para a Guarda Real de Omã e a Jordânia adquiriu recentemente cerca de 140 exemplares usados pelo EI que estavam estocados.

O Centauro II foi apresentado em 2016 e, após os testes iniciais, foram propostas uma série de mudanças, surgindo, em 2018, a chamada versão 2.0.

 

Fonte: Ares Osservatorio Difesa

6 Comentários

  1. Paulo, boa tarde.

    A possível compra de blindados Centauros II pelo EB que está em negociação com a CIO será para a versão 3.0 ou uma versão anterior?

    Obrigado.

    Pedro Piazzalunga

    • Pedro, as negociações são reservadas e não sabemos maiores detalhes, porem, a versão 2.0 foi referente as pré-serie encomendadas pelo Exército Italiano. Já a 3.0 é a versão de produção, contudo acredito que, caso o EB adquira mesmo esse veículo, provavelmente será uma versão derivada da de produção, porem com diversas modificações para atender a nossa demanda.

  2. Ohhh blindado bonitão viu, esta última foto ficou top, papel de parede. Torcendo pra ver esta máquina em um 7 de Setembro aqui em BH.

  3. Máquina incrível, acho ele um pouco alto, especialmente a torre, mas sem dúvida é o melhor do tipo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here