Exército colombiano receberá mais blindados M1117

1
2197

Por Roberto Garcia Hernandez,  do Portal Webinfomil, Colômbia

Mais 40 viaturas blindadas 4X4 M1117 armored security vehicle (ASV) “Guardian”, adquiridos pelo Exército Nacional Colombiano (ENC) como parte de um projeto que busca aumentar o poder de dissuasão de suas unidades de cavalaria e fornecer a proteção necessária às tropas estacionadas nas regiões mais conflituosas, já estão prontas para serem enviados para ao país.

Isso foi confirmado pelo Exército dos Estados Unidos (US Army) em um comunicado à imprensa no qual indica que a primeira fase do programa de aquisição será concluída em abril próximo, quando um total de 86 novas unidades chegarem ao território colombiano, sendo que 40 já estão prontos para serem despachados.

“Esperamos que a produção de veículos da Fase Um no Red River Army Depot (RRAD) seja concluída em março com uma data de entrega estimada em abril. 40 veículos já estão prontos no RRAD e aguardando um navio para ser embarcado”, disse Stephanie Bocejo, gerente do programa. “Para a Fase Dois, a Colômbia está atualmente trabalhando em uma carta para solicitar 59 blindagens ASV adicionais”.

No âmbito deste projeto, o ENC recebeu os primeiros 20 blindados M1117 em dezembro passado. No Forte Militar de Buenavista (Guajira), o embaixador dos Estados Unidos na Colômbia, Phillip Goldberg, realizou a transferência formal durante uma cerimônia que também contou com a presença do coronel Michael Rayburn do US Army, do ministro da Defesa da Colômbia, Diego Molano, e do general Eduardo Zapateiro , comandante do ENC.

No dia 2 de dezembro de 2021 o correu a cerimônia de transferência dos primeiros 20 M117 ASV “Guardian” deste programa (Foto: Exército Nacional da Colômbia)

Molano disse que os veículos, que vão integrar a frota colombiana no nordeste do país, vão contribuir para o reforço da segurança e defesa nacional. “Esta cooperação garante mobilidade para enfrentar as ameaças do narcotráfico e o tráfico de explosivos, armas e munições”.

“Os 20 ASV M1117 exibidos durante a cerimônia de entrega fazem parte dos 86 veículos programados para serem entregues à Colômbia na Fase Um deste programa realizado na modalidade Vendas Militar Estrangeiras (FMS)”, disse Stephanie Yawn.

Yawn afirmou que “Os ASV foram entregues à Colômbia sob uma concessão de artigos de defesa que aprovou  (a doação de) 200 veículos”, desse número, o ENC decidiu receber apenas 145 unidades. “A missão da EDA transfere equipamentos em excesso declarados pelo Exército dos EUA para nossos parceiros no exterior com pouco ou nenhum custo”.

O projeto de obtenção desses blindados (o maior realizado pelo Exército nos últimos anos) tem como objetivo fortalecer sua capacidade média blindada e especificamente da Cavalaria. Desta forma, será garantido o sucesso no desenvolvimento de operações militares contra grupos terroristas no interior do país e aumentadas capacidades de dissuasão credíveis contra ameaças externas.

Os novos 40 veículos blindados reforçarão a frota de 87 veículos M1117 que o Exército colombiano possui em seu estoque. É pertinente lembrar que 39 destes veículos foram adquiridos após um pedido inicial feito em 2010, ao qual se juntou outro lote de 28 veículos adicionais adquiridos em 2013, que foram encomendados com torres blindadas equipadas com metralhadoras .50’ (12,7×99 mm) e lançadores de granadas de 40 mm.

Os veículos M1117 são veículos blindados comprovados em combate há mais de 10 anos pelo US Army e outras forças militares ao redor do mundo em pontos críticos como Afeganistão e Iraque, apresentando excelentes resultados no campo de batalha.

Os veículos blindados possuem excelente capacidade de transporte de tropas, oferecendo desempenho e mobilidade, tanto “on-road” quanto “off-road”, permitindo que operem em áreas urbanas, selvas, desertos e terrenos montanhosos.

O M1117 Guardian, com tração 4X4, proporciona proteção balística aos seus tripulantes contra um grande número de ameaças, tais como: proteção contra munições 7,62×51 mm em todo o veículo, proteção contra munições calibre .50 AP (antiblindagem) no compartimento da tripulação, proteção do teto contra fragmentos de argamassa de 60 mm e proteção contra impacto de artilharia de 155 mm a 15 metros. A segurança da tripulação é aprimorada com a adição de um casco em forma de “V” que resiste aos impactos de minas e dispositivos explosivos improvisados.

Esta blindagem excepcional foi testada desde sua incorporação ao ENC em maio de 2010. A Cavalaria colombiana tem usado amplamente esses veículos blindados em sua luta contra grupos terroristas e por isso sofreram ataques constantes , onde , na maioria dos casos, seus ocupantes saem sem ferimentos graves. Por esse motivo, esses veículos conquistaram uma excelente reputação entre as tropas, graças à sua capacidade de resistir de forma adequada e com sucesso a ataques de explosivos improvisados ​​com alto poder destrutivo (IED) e granadas de propulsão por foguete (RPG).

Além disso, os Guardiões M1117 forneceram a mobilidade, proteção e poder de fogo necessário para enfrentar os grupos guerrilheiros, cumprindo todas as expectativas operacionais e táticas do Exército.

A concretização de projetos como este permitirá que a Cavalaria colombiana continue se consolidando como a expressão máxima do poder de fogo no domínio terrestre e contribuirá para sua projeção no exército do futuro, dentro do conceito de manobra de armas combinadas e segurança de áreas extensas, garantindo a defesa estratégica e o controle institucional do território nacional.

Um M117 do US Army no Afeganistão (Foto: US Army)

Matéria original “Estados Unidos entregará otros 40 blindados M1117 Guardian al Ejército de Colombia, que ya están listos para ser enviados al país, publicada em 03/02/2022 e traduzida e adaptada por Paulo Bastos.

 

Nota do Editor: Esta é a primeira matéria da parceria do site Tecnologia & Defesa com Webinfomil, o maior portal de notícias militares da Colômbia, que, a partir de agora, passam a dividir conteúdo, trazendo mais informações de qualidade a seus respectivos leitores.

  

(*) Webinfomil, criado em 2010, é o principal portal de notícias de defesa e segurança  da Colômbia.

 

1 Comentário

  1. A Colômbia já foi um Cliente do Urutu /Cascavel , seria um potência Cliente do Guarani.

    Perdemos este Cliente e provavelmente a Argentina…

    O Fator situação financeira é o principal a inimigo para derrubar o Guarani, com a facilidade de compra nos EUA traves do FMS é mais viável manter as compra com seu principal aliado.

    Já a Argentina que está lançando sua tarrafa para todos os lado, em todos as áreas da defesa, o que vier na rede é lucro

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here