Elbit anuncia venda do ATMOS para a Dinamarca

A empresa israelense Elbit Systems anunciou hoje que recebeu dois contratos, no valor total de US$ 252 milhões,  para fornecer sistemas de foguetes de artilharia o Exército da Dinamarca.

No primeiro contrato, no valor de US$ 119 milhões, serão fornecidos sistemas de artilharia autopropulsado ATMOS, em quantidade suficiente para equipar um batalhão, e sua previsão de entrega é de dois anos. Estes sistemas irão substituir os CAESAR 8X8 doados para a Ucrânia.

Já o segundo contrato, no valor de $ 133 milhões, é reverente a duas baterias de sistemas de lançamento de foguetes de artilharia PULS, incluindo um pacote de foguetes e mísseis, cuja previsão de entrega será de três anos.

O sistema ATMOS é um obuseiro autopropulsado sobre rodas, com uma peça de 155 mm e 52 calibres, capaz de disparar todos os projéteis de 155 mm certificados pela OTAN, com um alcance efetivo de mais de 40 km (com projéteis padrão) e oferece alcance estendido com projéteis assistidos por foguete (RAP). Foi projetado para implantação e operação rápidas, permitindo o fornecimento de suporte de fogo para uma ampla gama de missões e é um dos fortes candidatos no programa VBCOAP 155mm SR do Exército Brasileiro.

Sistema PULS (Foto Elbit Systems)

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

Começou no ultimo domingo, dia 14 de abril, a Operação “Jeanne d’Arc 2024”, exercício realizado pela Marinha do Brasil (MB)...

Santiago Rivas (*) Na manhã de hoje, 16 de abril, foi finalmente assinado o contrato de aquisição das 24 aeronaves...

O Estado-Maior do Exército, por meio da portaria 1.294-EME/C Ex, de 03 de abril de 2024, aprovou a diretriz de...

Com o objetivo de desenvolver sistemas de alta tecnologia de propulsão e de  aeronaves não tripuladas, está sendo anunciada a...

Comentários

6 respostas

  1. Muito interessante, principalmente por saírem do Caesar e pularem pro Atmos (creio que isto vai pesar com força a favor do Atmos aqui no EB).
    Bastos, na foto temos um sistema de foguetes em plataforma Mercedez e a outra em um Tatra 8×8 ???(o qual ainda possui braço Munk)

  2. Muito interessante. Isso só demonstra que se o produto é bom, clientes dispostos a comprar existem. Parabéns à Elbit.
    Apenas por curiosidade: esse sistema de lançamento de foguetes é da mesma categoria do Astros?
    Abraço.

  3. Uma pergunta incômoda. Os dinamarqueses compraram o PULS israelense que não é da mesma categoria que o Astros, creio, apenas por ser um MRLS, mas é inferior sob qualquer aspecto.
    Neste sentido, por que não o ASTROS 2020 da Avibras…
    A Polônia comprou sistemas M270 norte americanos a rodo. Outros países do leste europeu tem interesse ou necessidade de renovar seus sistemas homólogos. Mas a Avibras sequer é citada em termos de opções nas muitas notícias sobre o rearmamento europeu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DISPONÍVEL