É mais brasileiro que o senhor possa imaginar, governador do Ceará

43
7901

“KC-390, isso não fabrica aqui no Brasil não”. Parece uma declaração de 1º de abril, data conhecida como o Dia da Mentira. Mas não é. Trata-se da triste realidade, do enorme desconhecimento, que uma grande fatia da classe política brasileira tem diante da Base Industrial de Defesa nacional.

A fala do governador petista do estado do Ceará, Camilo Santana, sobre o maior avião já projetado, desenvolvido e produzido no Hemisfério Sul é, no mínimo, lamentável. É o absurdo. Uma vergonha. O vídeo, que circula nas redes sociais, causa indignação e gera revolta sobre tal afirmação, deixando claro o desconhecimento absoluto, por opção ou por qualquer que seja a sua razão.

Apesar das centenas de milhares de reportagens, notícias e artigos produzidos em jornais, revistas e sites, em vídeos e impressos. Tal incidente reforça a necessidade de uma imprensa especializada e séria, da qual o Brasil, apesar de pequena a quantidade, felizmente possui.

Apesar da importância do programa e do seu destaque por parte do esforço na luta contra a COVID-19, transportando desde insumos a vacinas –  como foi o caso da passagem do cargueiro da FAB na capital Fortaleza, notamos como o assunto Defesa é, em vários casos, desconhecido da classe política brasileira.

O C-390 produzido pela Embraer, que este ano comemorará os seus 52 anos de existência, possui uma encomenda de 28 exemplares com quatro já em operação na Força Aérea Brasileira, além de cinco pedidos por Portugal e dois pela Hungria.

Sendo o mais moderno em termos de projeto e sistemas da sua categoria, em termos econômicos, o novo transporte tático da Embraer tem mercado projetado em 300 exemplares em 70 operadores pelos próximos 20 anos, gerando receitas de US$ 21 bilhões.

A perspectiva é que esse volume gere em torno de R$ 2,4 bilhões em impostos, tendo o programa do mais complexo e maior avião já desenvolvido e produzido em todo o Hemisfério Sul criado 1.430 vagas de empregos diretos e 7.150 indiretos na fase de desenvolvimento, além de 1.060 empregos diretos e 5.300 indiretos na produção em série da aeronave.

43 Comentários

  1. Excelente reportagem! O Brasil possui uma base industrial de defesa pequena frente à capacidade de produção instalada e à demanda militar internacional.
    Se não investirmos agora nessa base, poderemos sofrer, no futuro, da mesma forma que estamos por não sermos detentores de todos os insumos e etapas da produção da vacina do COVID19.
    Só faz guerra (seja ataque ou defesa) quem consegue suprir a sua própria demanda bélica.

  2. Faz jus a nossa classe política, um antro de imbecis! O comentário enrustido de ignorância e crítica velada é, nitidamente, uma vil tentativa de atingir a imagem do Governo Federal.

    “Não fabrica no Brasil”
    “Governo incompetente”

    • Estes são os verdadeiros “patriotas”. O patriotismo de patetas, quinta-colunismo de primeira categoria! É esse tipo de aberração que faz parte das bancadas da “bala” e da “defesa”.

      Não sabe a diferença entre um penico e um capacete! Palhaços.

      “Num pode ser fabricado aqui, num temo competência cumpanheiro, desguverno genocida”

    • Um dos melhores índices para analisar o grau de cooperativismos populacional são seus índices de corrupção, basicamente gerada por emoções como egoísmo que propiciam e alimentam o ego.
      O modo comportamental da população em relação ao isolamento devido ao COVID-19, principalmente em algumas partes do país, demonstrou que não temos o senso comunitário suficiente para ainda trabalharmos como nação. E sem dúvida, potencializado por um liderança que prega exatamente o contrário do que a área técnica, formada por médicos e cientistas, especificava.
      Qual o motivo da informação “off-topic”? Mostrar que declarações infelizes e ignorantes, como deste indivíduo chamado Camilo Santana, fazem parte da rotina nacional. Ora, tivemos uma presidente que, em seu momento iluminista, cogitou (mesmo que de modo informal) estocar vento.
      Durante o regime militar, o atraso a volta da democracia era apontada pelo mesmos sob a alegação que de a população ainda não estava preparada para escolher seus representantes. Incrível. Passados quase 36 anos e ainda estamos muito longe de estar preparados.

  3. Quando é do interesse ela é brasileira e não pode ser vendida. É essa a resposta em época eleitoral.
    Como o partido dele não tá no poder, então mancha a imagem da empresa…; É uma falta de respeito com aqueles que se dedicaram tanto ao projeto.
    Declaração de um inútil só pode ser inútil.

  4. Evidencia o quanto nossa classe política é ignorante sobre o tema… E isso não só porque é petista, mas essa é uma regra praticamente geral em TODOS os partidos… Mas pode-se se dizer o mesmo na imprensa marrom… Nos que se dizem os “intelectuais brasileiros”, etc…
    Agora, no vídeo, a fala dele parece mais um questionamento, uma pergunta, e não uma afirmação… Seria interessante ver o vídeo inteiro, pois pareceu curto demais, o que denota ter uma sequência nesse diálogo dele com quem estava filmando…

      • ola lucas tem o video completo no facebook do governador
        Ele faz uma afirmação é corrigido por uma outra pessoa , e depois nao faz nenhuma observação .
        dia 17.01.2021

  5. Ironia, foi um projeto iniciado na era do PT!
    Mas, como todo político tem memória curta, ele deveria falar com o chefe da quadrilha ou a especialista de estocagem de vento.

  6. É o tipo de gente que menospreza seu próprio país, que acha que ainda estamos na época da plantação de cana de açúcar dos holandeses.

  7. Será mesmo?
    Pergunto o que realmente é produzido em solo brasileiro por empresas realmente brasileiras.
    Pois se não me falhe a memória o C-390 é um programa multi nações com integração final na Embraer, com partes projetadas na Argentina, Portugal etc.
    Sabemos que as Turbinas, asas, computadores de missão, radar, equipamentos de comunicações, sensores etc não são fabricados no Brasil ou pela indústria brasileira.
    Apesar do desconhecimento do governador, ele não está de todo errado não!

      • Se a pergunta for para mim caro Tomcat, não, está enganado.
        O F-35 utiliza grande parte de sistemas críticos e estratégicos da indústria Norte Americana, tais como Turbinas, radar, comunicações, guerra eletrônica etc etc.
        No caso Gripen, não posso afirma, pois ao que parece ele se assemelha em muito ao C-390 (em se falando de projeto).
        Utiliza da engenharia sueca, mas tem muitas partes e peças vindas de outros países.

        • Com essa sua lógica mediocre só falta afirmar que os quadros do Leonardo da Vinci não “foram obra dele” por que as fibras da tela eram de algodão egipcio, as tintas francesas e a moldura dos cedros portugueses…. e que os cálculos do Einstein foram elaborados por algarismos arábicos, portanto…..

    • A começar pelo significado da palavra fabricar, o KC-390 é fabricado no Brasil. Então, o governador está errado.

      Mas indo no seu conceito, quase nenhum país no mundo fabrica avião.

      O KC-390 foi projetado por brasileiros, no Brasil. A parte da engenheira foi quase toda feita aqui. Contou com algum suporte pra algumas áreas críticas, mas poucas.

      E o grande segredo é saber fazer a integração dos sistemas que vc mencionou. Fazer tudo isso funcionar.

      • É o que dizem.
        Vamos ver quando sofrermos embargos de sistemas críticos e estratégicos,se a integração de sistemas vai resolver.
        Mas concordo que a engenharia é em sua grande parte nacional.
        Por isso mesmo que disse que o político não está Completamente Errado.

          • Outro gado da moda agora.
            Vai estudar para se informar melhor.
            A era Marcarter já acabou nos Estados Unidos há uns 50 anos, e vocês agora estão revivendo ela aqui.
            Mais uma prova do atraso intelectual da parcela da população brasileira.
            Vai tomar cloraquina ou tentar justificar seu terraplanismo analfabeto ideológico.

      • “A começar pelo significado da palavra fabricar, o KC-390 é fabricado no Brasil. Então, o governador está errado.”
        Aí está o Q da questão caro João Paulo.
        O que realmente é fabricado no Brasil por empresas de capital nacional?
        Não é porque eu monto no Brasil uma prensa com partes fabricadas e vindas da China, que a prensa será brasileira.
        A tomada de decisão, independência tecnológica e de peças de reposição, engenharia tem que ser de brasileiros, para que num momento de necessidade e embargos tenhamos a capacidade de substituir o item embargado por outro que não sofrerá tal embargo ou degradação de desempenho por parte do fabricante.
        Concordo que não precisamos fazer tudo, mas os itens estratégicos e cruciais devemos sim!

        • O Altay turco é um bom exemplo do que você esta falando FOX, os turcos projetaram o altay com transferência de tecnologia Coreana, eles fabricam o carro em território nacional, mas foi só a Alemanha embargar os motores e a transmissão que o projeto ficou a ver navios, os turcos ficaram com alguns protótipos na mão e agora estão rodando o mundo atrás de um novo motor que caiba no carro e uma transmissão que seja tão boa quanto a alemã, portanto, sim, o KC390 foi projetado no Brasil, ele é montado no Brasil, mas basta o embargo de um item crítico para ele ficar no chão

          • Excelente exemplo caro Júnior.
            Mas nós brasileiros (ou a maior parte deles) tem a memória muito curta, seja por questões biológicas ou ideológicas mesmo.
            Se esqueceram do embargo da venda de AMX-T,s a Venezuela por ter componentes Americanos, de termos de solicitar autorização aos americanos para vender ALX a país africano, do embargo a antena do MAR-01, venda de sensor IR com grande degradação de desempenho para o MAA1-A etc etc etc.
            Aí quando alguém diz uma meia verdade em contrário a ideologia bairrista e cega da maioria se torna o “vilão” da vez.
            Temos que ter uma visão dezempedida e livre de ideololias políticas, preconceitos ou qualquer outro motivo que nos impeça de ver o óbvio, para só assim termos um país verdadeiramente forte e soberano.

          • Infelizmente apenas cinco ou seis países tem um parque industrial autônomo para fazer o ciclo completo necessário para a produção totalmente nacional de aeronaves , submarinos , supercomputadores ,veículos lançadores de foguetes … , e outros seis ou sete países tem um pequeno parque industrial de excelência com a capacidade de produzir esses produtos tecnológicos com certas limitações e ou permissões. e o Brasil é um desses seis ou sete países.

    • As partes do KC-390 Que vem da Argentina, Portugal, etc tem participação direta da Embraer no processo. Quem fez o projeto dessa aeronave toda foi a Embraer, com participacao fundamental da FAB. E essa questao de usar sistemas de fora é a regra no mundo. A exceção são pouquíssimos casos. Nenhum fabricante de aeronaves produz seus motores, por e exemplo. O KC-390 é brasileiro. Ponto.

  8. Políticos como esse imbecil, são a verdadeira representação dos brasileiros vira latas, que não conhecem as glórias de seu país!

  9. Quando iremos votar em candidatos que pensem em defesa? Onde está a bancada da defesa (esquece esse negocio de bancada da bala). Só com uma bancada de senadores e deputados que pensem em defesa, isso irá mudar. Já o governador….

  10. Infelizmente, sempre repito, os políticos são extratos da sociedade. Basta dar uma volta no quarteirão e você verá a falta de cidadania e senso de coletivismo brasileiro. Perdemos, há muito tempo, o senso da razoabilidade e do absurdo!!!!

  11. pora, isso é que ser desinformado; o cara desconhece um grande projeto que foi iniciado no governo do seu próprio partido.

  12. Se o partido dele estivesse no poder a conversa seria bem diferente.
    Um ignorante fazendo declarações pra seu eleitorado de mesmo nível.

  13. Apenas Quatro nações do mundo são capazes de fabricar uma aeronave por completo, são elas:
    -EUA
    -UK
    -França
    -Rússia.

  14. Es muy triste y enoja mucho que los propios politicos del pais no reconozcan algo que es propio de sú Nacion y sobre todo que venga siendo publicitado comercialmente y por las propias autoridades nacionales durante años y el mismo Presidente del país y “no lo sepan” …
    Hay muy mala intenciones quizas?
    Hay videos que publicitan el desarrollo y fabricacion del Milleniunm como Embraer Boeing –
    https://youtu.be/fuMnCYEkz5k?t=61

    Quizas porque hallan leído: https://boeing.mediaroom.com/2012-04-09-Boeing-and-Embraer-Sign-Agreement-for-Broad-Business-Cooperation-to-Benefit-Customers-and-Support-Industry-Growth

    Aún así por mas intentos de demostrar lo contrario no les importa .

    Saludos desde Uruguay

  15. Vindo dessa classe política ignorante e corrupta que temos no Brasil, isso não causa muito espanto. Nossos políticos na sua grande maioria estão preocupados só com o próprio bolso. E a população e as instituições que se lasquem. Triste realidade.

  16. Politização de temas militares é sempre algo pessimo, se ele não sabia que é fabricado no Brasil, não importa, 90% dos Brasileiros tambem não sabem e 95% dos politicos muito menos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here