DGS exporta sua primeira embarcação tática

Na última quarta-feira, dia 31 de maio, a DGS Boats Corporation, subsidiária americana do Grupo DGS, realizou a entrega da embarcação DGS PRO 30 à empresa mexicana CM Ingenieria y Asesoria S.A de C.V.

Desenvolvida para atender às necessidades da empresa, a embarcação será utilizada na proteção e patrulhamento de plataformas de petróleo no Golfo do México, já que a empresa fornece serviço de segurança a essas plataformas.

Com o comprimento total de 10 metros, a DGS PRO 30 é equipada com dois motores de popa a gasolina, com potência individual de 350 HP, totalizando 700 HP, o que contribui para um alcance de 250 milhas náuticas, além de acomodar 08 pessoas. A embarcação possui boca máxima de 3.20 m, calado de 0.65 m, deslocamento máximo de 6.2 toneladas, e capacidade de armazenar 810 litros de combustível.

A venda da embarcação DGS PRO 30 à companhia mexicana marca o início das operações de exportação realizadas pela DGS Boats Corp, nos Estados Unidos, onde atua desde 2017, fornecendo embarcações esportivas.

Abilio Di Gerardi, fundador, CEO da DGS Boats e Presidente do Conselho do grupo DGS,  expressou a sua satisfação ao entregar a embarcação ao gerente de operações marítimas da CM Ingenieria, Santiago Cirillo, que ressaltou a qualidade e performance da embarcação durante os testes realizados. “O grande ponto dessa venda é o fato de ser a primeira exportação da DGS Boats, que marca o início de uma grande trajetória de vendas não só para os EUA quanto para o exterior”, afirma Abilio Di Gerardi.

Visando a sua expansão no mercado profissional, a empresa possui contratos assinados com o Corpo de Bombeiros da cidade de New Albany, em Indiana, e de Gibraltar, no Estado de Michigan. A produção das embarcações, que tiveram início no Brasil, está em fase de construção, e elas estão programadas para serem entregues no segundo semestre de 2023.

A DGS Boats enxerga a capilaridade que o Estados Unidos proporciona à empresa para a entrada em outros países, por isso, investimos no desenvolvimento de nossas embarcações em solo norte-americano, pois temos ciência da potência que o país proporciona para o sucesso da empresa.

Fonte: Grupo DGS

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

O Grupo EDGE, estatal de tecnologia os Emirados Árabes, anunciou que formalizou uma “joint venture” (JV) com a empresa espanhola...

O Exército Brasileiro (EB), por meio da Chefia de Material do Comando Logístico (CMat/CoLog), publicou hoje, dia 04 de março,...

Durante a HAI Heli Expo 2024, que aconteceu no final de fevereiro, nos Estados Unidos, a Safran Electronics & Defense...

Um valor em torno de U$ 400 milhões, resultante de acordo entre o grupo britânico e o Exército da Dinamarca...

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Disponível

DISPONÍVEL