DEFEXPO 2022 – Taurus participa de exposição de Defesa na Índia

A Taurus, Empresa Estratégica de Defesa e uma das principais fabricantes de armas do mundo, através da “joint ventur” e na Índia com a Jindal Defence Systems Pvt Limited, que juntos formaram a J HIND TAURUS, está participando da 12ª edição da DEFEXPO, maior exposição de tecnologias e produtos de Defesa e Segurança interna, terrestre e naval da Índia, que ocorre de 18 a 22 de outubro, no Helipad Exhibition Center (HEC), na cidade de Gandhinagar, em Gujarat.

Este importante evento, em especial, dará a oportunidade das autoridades regulatórias, policiais e militares conhecerem a Taurus como uma empresa que está transferindo tecnologia para a Índia, por meio da “joint venture”, no âmbito do programa “Make in India”, se consolidando como uma indústria de defesa do país. A participação na DEFEXPO possibilita parcerias, além de ser uma oportunidade para ampliar relacionamentos com governos e Forças Armadas e Policiais de diversos países e para conhecer as novidades no setor.

A feira conta com uma área total de 76 mil m², 1.028 expositores de 70 países, mais de 3 mil delegações e expectativa de mais de 1 milhão de pessoas nos dias do evento.

A Taurus apresenta na DEFEXPO seus produtos voltados para os segmentos policial e militar, com destaque para o fuzil T4 com cano de 9” polegadas no calibre 5.56 NATO, versão que atende os requerimentos das Forças Armadas indianas, assim como os dois novos modelos da família de fuzil Taurus, o T10 no calibre 7.62x51mm e o T4 no calibre 7.62x39mm com comprimento de cano de 14.5” polegadas.

Complementando a linha tática, a Taurus expõe também suas pistolas TSeries. As armas da série TS mantêm a sua excelência com um sistema de disparo Striker Fire, possuem um eficiente sistema de estancamento contra poeira, areia e lodo e são ideais para aplicação policial, militar e uso nas forças especiais sob condições extremas, assim como defesa pessoal. Além disso, a empresa apresenta ao mercado indiano as pistolas da série TH, que trazem robustez e precisão para o uso ostensivo, são consideradas confiáveis, fáceis de operar e possuem teclas 100% ambidestras.

As armas Taurus são reconhecidas por possuírem inovação, confiabilidade, segurança e precisão. Seus projetos exclusivos são desenvolvidos atendendo aos mais rigorosos padrões de qualidade e segurança exigidos pelos órgãos de segurança mais qualificados do mundo.

FÁBRICA NA ÍNDIA

A fábrica na Índia, da “joint venture” entre a Taurus e a Jindal Defence, que contempla pioneira transferência de tecnologia brasileira e atendimento das demandas do promissor mercado indiano, já foi concluída e está sendo equipada, aguardando as últimas licenças de operação para iniciar as atividades.

Ao mesmo tempo, a equipe comercial da Taurus está atuante e focada na abertura de oportunidades neste grande mercado, e ações comerciais estão em andamento na DEFEXPO.

Além disso, o Ministério de Defesa da Índia emitiu um documento pós “Acceptance of Necessity” (AoN), confirmando o prosseguimento do processo licitatório pelo Exército Indiano para um total de mais de 425 mil carabinas CQB 5,56×45 mm. O próximo passo se dará pela abertura do “Request for Proposal” (RFP) e submissão da oferta, estimado para ocorrer em novembro de 2022. A Taurus já está se preparando para participar dessa licitação.

No âmbito das Forças Armadas indiana, está em estudo a futura aquisição de, pelo menos, 140 mil unidades de submetralhadoras e, na esfera das forças policiais estaduais e paramilitares, a possibilidade de aquisição de outras 120 mil unidades, entre pistolas, submetralhadoras e fuzis de calibre variados.

A Índia tem o terceiro maior orçamento militar do mundo, sendo um mercado bastante promissor.

Fonte: Taurus Armas

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

Santiago Rivas (*) Na manhã de hoje, 16 de abril, foi finalmente assinado o contrato de aquisição das 24 aeronaves...

O Estado-Maior do Exército, por meio da portaria 1.294-EME/C Ex, de 03 de abril de 2024, aprovou a diretriz de...

Com o objetivo de desenvolver sistemas de alta tecnologia de propulsão e de  aeronaves não tripuladas, está sendo anunciada a...

De todas as novidades da FIDAE 2024, definitivamente a que mais surpreendeu o público não foi a vinda do caça...

Comentários

Uma resposta

  1. Me pergunto porque as FA não adquirem armamento da Taurus, o CFN mesmo poderia fazer, já que eles usam M16, poderiam renovar seus fuzis com fuzis da marca taurus que usa a plataforma AR e M4 como base.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DISPONÍVEL