ÁREA DO CLIENTE

CV90 “testado e pronto para combate” é apresentado na Eurosatory 2024

Variante com uma nova torre é  apresentada na feira de Paris

A BAE Systems está apresentando o CV90MkIV com uma nova torre na Eurosatory. Essa configuração será entregue em breve à Eslováquia e à República Tcheca, em estreita cooperação com suas indústrias de defesa.

O CV90MkIV representa a evolução mais recente da família de veículos CV90. Construído com base em um legado orgulhoso de classe mundial em mobilidade e capacidade de sobrevivência, que se estende por mais de duas décadas, o CV90MkIV traz recursos tecnológicos e flexibilidade incomparáveis para campos de batalha complexos.

“Os CV90s que estamos trabalhando para entregar agora proporcionarão às tripulações e aos soldados maior mobilidade, proteção e letalidade, bem como maior consciência de combate. É um sistema verdadeiramente relevante no campo de batalha atual”, disse Tommy Gustafsson-Rask, diretor administrativo da BAE Systems Hägglunds, que projeta e produz o CV90.

Com capacidade de combate comprovada em conflitos recentes, a variante IFV é a base da família CV90. Ágil e potente, ele protege os soldados e lidera o caminho na classe de 23 a 38 toneladas. Ele integra uma ampla gama de sistemas de armas, fornecendo capacidade para todos os alvos às forças terrestres em todo o mundo.

A BAE Systems Hägglunds tem observado uma forte demanda pelo CV90, com contratos para vários programas de atualização e o desenvolvimento e a produção de novos veículos. A empresa investiu extensivamente em suas instalações em Örnsköldsvik, na Suécia, e estabeleceu fortes relações com parceiros industriais locais nos vários mercados em que opera, para aumentar a segurança do fornecimento local.

Com um total de 1.700 veículos encomendados em 17 variantes diferentes, o CV90 já percorreu mais de oito milhões de quilômetros. Ele foi selecionado por 10 nações europeias, oito delas membros da OTAN, e participou de combates no Afeganistão e na Ucrânia, bem como de operações na Libéria.

Fonte: BAE Systems

COMPARTILHE