Comitiva do Ministério da Defesa visita SENAI/CIMATEC

0
964

Nesta segunda-feira, dia 14, uma comitiva do Ministério da Defesa, liderada pelo ministro Walter Souza Braga Netto, visitou a sede do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial  – Centro Integrado de Manufatura e Tecnologia (SENAI/CIMATEC), em Salvador, junto ao ministro de Ciência, Tecnologia e Inovação, Marcos Cesar Pontes, o ministro da Cidadania, João Roma, o comandante da Marinha, almirante-de-esquadra Almir Garnier Santos, e representantes do Exército e da Força Aérea.

O SENAI/CIMATEC é centro de excelência em pesquisa, desenvolvimento e inovação nas mais diversas tecnologias, da robótica autônoma aos sistemas avançados de saúde e biotecnologia, que abrange 44 áreas de competência. Esse complexo de ensino visa ao desenvolvimento tecnológico para empresas e “startups”, possuindo parcerias com universidades de elevada tecnologia e com empresas e instituições.

Recentemente, constituiu e consolidou um Centro de Defesa e Segurança para promover interação e sinergia entre essas áreas de competência tecnológica e as demandas das Forças Armadas.

Na ocasião, o ministro Braga Netto ressaltou que a estrutura do SENAI/CIMATEC representa exemplo de iniciativa exitosa e inovadora de integração da ciência e da pesquisa com as empresas e o meio acadêmico. O ministro sublinhou, ainda, que o conhecimento in loco de suas é fundamental para a compreensão das múltiplas formas de efetivação da cooperação que já existe entre o CIMATEC e o Ministério, por meio da Secretaria de Produtos de Defesa, a SEPROD.

O ministro da Defesa agradeceu a presença do ministro Marcos Pontes e lembrou o papel vital do MCTI como financiador de parte dos projetos e da infraestrutura pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT) para o desenvolvimento tecnológico das Forças Armadas. Afirmou, também, que o fortalecimento da Base Industrial de Defesa (BID) é objetivo estratégico do Ministério da Defesa e importante vetor para o desenvolvimento da economia brasileira. O setor conta com mais de 1,1 mil empresas, representa 4,5% do Produto Interno Bruto (PIB) e gera 290 mil empregos diretos e 850 mil indiretos.

Na oportunidade, a comitiva assistiu à apresentação institucional do SENAI/CIMATEC e percorreu os laboratórios, verificando as diversas iniciativas de pesquisa e inovação em várias áreas de interesse da Defesa e das Forças Armadas. Participou, também, de reunião de alinhamento com a Federação de Indústrias da Bahia (FIEB).

A atividade desta segunda-feira está inserida em uma série de visitas que o ministro e integrantes da SEPROD farão a empresas, indústrias e institutos de pesquisa que trabalham em proveito do fortalecimento da BID.

Integraram, ainda, a comitiva do Ministério da Defesa, o secretário especial de Produtos de Defesa, Marcos Rosas Degaut Pontes, o diretor do Departamento de Ciência, Tecnologia e Inovação (DECTI), general-de-divisão Luis Antônio Duizit Brito, o vice-chefe do Departamento de Ciência e Tecnologia (DCT) do Exército, general-de-divisão Luis Henrique de Andrade, o assessor especial militar do Ministro da Defesa, vice-almirante (FN) Pedro Luis Gueiros Taulois, o chefe da 7ª Subchefia do Estado-Maior da Aeronáutica (EMAER), brigadeiro-do-ar Roberto da Cunha Follador, e assessores especiais do Ministro da Defesa.

 

 

Atuação do CIMATEC

Durante a pandemia, o SENAI/CIMATEC integrou o projeto “Iniciativa + Manutenção de Respiradores”, uma rede voluntária formada pelo SENAI nacional com empresas automotivas, institutos de pesquisas tecnológicas, empresas de mineração e petróleo, com o apoio dos Ministérios da Defesa, da Saúde, da Economia e da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), para a recuperação de respiradores pulmonares para todos os estados da Federação. Na Bahia, foram recolhidos e recuperados cerca de 600 equipamentos.

Fonte: CCOMSOD/Ministério da Defesa
Fotos: Igor Soares

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here