Comando de Artilharia promove Workshop sobre emprego do míssil MTC 300

2
1630

O Comando de Artilharia do Exército (Cmdo Art Ex) promoveu, por meio do Centro de Instrução de Artilharia de Mísseis e Foguetes (CI Art Msl Fgt), o VIII Workshop “Míssil Tático de Cruzeiro MTC-300”. A atividade teve como objetivo central discutir a doutrina para o emprego do Míssil Tático de Cruzeiro MTC-300, tema extremamente relevante para a Artilharia de Mísseis e Foguetes.

A abertura do evento, que ocorreu nos dias 9 e 10 de novembro, foi realizada pelo general de brigada José Júlio Dias Barreto, Gerente do Programa Estratégico do Exército (Prg EE) ASTROS 2020. Logo após, o general de exército Marcos Antônio Amaro dos Santos, Chefe do Estado-Maior do Exército (EME), realizou uma palestra sobre o tema “A Artilharia Estratégica de Mísseis e Foguetes – um olhar para o futuro – evolução da capacidade operacional da Força Terrestre”.

Na sequência, o general de divisão Adilson Carlos Katibe, 3º Subchefe do Estado-Maior do Exército, abordou o tema “O Pensamento e o Planejamento Operacional e Estratégico da Força Terrestre para emprego dos Comandos Estratégicos, em operação da Defesa da Pátria”. Posteriormente, o general de brigada Sérgio Luiz Tratz, Chefe do Centro de Doutrina do Exército, palestrou sobre o tema “Nível Operacional e Estratégico da Força Terrestre para emprego da Defesa da Pátria”.

Na parte da tarde, proferiram palestras o general de brigada Ricardo José Nigri, Comandante de Aviação do Exército, sobre o tema “Comando de Aviação do Exército, Missão, Estrutura, Níveis de Emprego e Coordenação das Ações”; o general de brigada Antônio Ribero da Rocha Neto, Comandante de 1ª Brigada de Artilharia Antiaérea, sobre “1ª Brigada de Artilharia Antiaérea, Missão, Estrutura, Níveis de Emprego e Coordenação das Ações”; e, finalizando o ciclo, o general de brigada Valério Luiz Lange, Comandante de Artilharia do Exército, sobre o tema “O Emprego no Nível Operacional do Sistema ASTROS”.

Além das participações de militares especialistas no assunto, o evento contou com a presença dos alunos do Curso de Planejamento de Emprego do Sistema de Mísseis e Foguetes e Professores da Universidade Federal de Santa Maria (RS).

Fonte: Cmdo Art Ex

2 Comentários

  1. Pouco se comenta, mas tão importante como o MT-300, temos também o SS40G, que não se sabe em que “pé” está.
    Gostaria muito de saber!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here