Colômbia adquire bombas da GESPI para equipar seus Super Tucanos

0
7196

Por Erich Saumeth (*)

A Força Aérea Colombiana (FAC) adquiriu bombas de treinamento BDU-33 da empresa brasileira GESPI Defense Systems, localizada em São José dos Campos (SP).

Um lote de 600 unidades, adquiridas em 2021, foi recebido nos últimos dias e um segundo, adquirido no ano passado, está para chegar. Os valores de cada lote foram de aproximadamente US $ 300 mil.

A FAC utilizará essa munição das aeronaves Embraer EMB-314 (A-29) Super Tucano e IAI Kfir C.10, esta última entregando-as de porta-bombas de treinamento SUU-20 (com capacidade para quatro unidades).

As BDU-33 são bombas de queda livre de treinamento, com peso de cerca de 10,8 quilos e comprimento de 57,1 centímetros, utilizadas para simular lançamentos de bombas reais. Utilizam um cartucho de sinal do tipo MK-4/MOD3 que, ao acertar o alvo, simula um breve clarão e fumaça branca, indicando a localização precisa do impacto.

 

(*) Erich saumeth Cadavid é analista e pesquisador colombiano em assuntos de defesa, segurança e geopolítica, e colaborador da revista Tecnologia & Defesa na Colômbia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here