CCA-SJ destaca-se no desenvolvimento de simuladores

Por Agência Força Aérea

Os simuladores de voo da aeronave T-27M, batizados de T-4000, desenvolvidos pelo Centro de Computação da Aeronáutica de São José dos Campos (CCA-SJ), ultrapassaram a significativa marca de 1.000 horas de voo, em menos de 6 meses, desde a sua entrada em operação, em janeiro de 2023, na Academia da Força Aérea (AFA).

O chefe do CCA-SJ, coronel Aviador Josemir Ribeiro Lima, expressou a satisfação com a utilização do simulador. “A marca atesta a qualidade do equipamento, reconhecendo a segurança operacional e a economia de recursos para a Força Aérea, melhorando a formação dos pilotos para enfrentar os desafios reais”, pontuou.

Com o apoio da Diretoria de Tecnologia da Informação, o CCA-SJ vem se especializando no desenvolvimento de simuladores. Em 2019, o primeiro Flight Training Device (FTD), desenvolvido pelo CCA-SJ, foi entregue ao Primeiro Esquadrão do Quinto Grupo de Aviação (1º/5º GAV), o “Esquadrão Rumba”, na Base Aérea de Natal (BANT), simulando a aeronave C-95M Bandeirante. Em seguida, foram desenvolvidos simuladores de baixo custo para a AFA, denominados de T-3000, que utilizam óculos de realidade virtual (RV), proporcionando grande imersão nos treinamentos com a aeronave T-27 Tucano e com a aeronave T-25 Universal.

Com a experiência adquirida na criação desses simuladores, o CCA-SJ foi capaz de desenvolver um simulador de realidade virtual da aeronave A-29 Super Tucano para o Segundo Esquadrão do Quinto Grupo de Aviação (2º/5º GAV), “Esquadrão Joker”, na BANT, voltado para treinamento de missões operacionais, realizadas no curso de especialização da aviação de caça, além de estarem em andamento os processos de instalação dos simuladores A-29 RV nos Primeiro Esquadrão do Terceiro Grupo de Aviação (1º/3º GAV), “Esquadrão Escorpião”, Segundo Esquadrão do Terceiro Grupo de Aviação (2º/3º GAV), “Esquadrão Grifo” e Terceiro Esquadrão do Terceiro Grupo de Aviação (3°/3° GAV), “Esquadrão Flecha”.

Concomitantemente à elaboração dos simuladores A-29 RV, foram desenvolvidos os dois FTD da aeronave T-27M (T-4000), com a cabine de comando idêntica ao equipamento modernizado, utilizado no voo pelos Cadetes, contemplando o treinamento dos procedimentos normais e de emergência da aeronave, bem como de missões de pré-solo, manobras e acrobacias, formatura, navegação e instrumento.

Esses simuladores proporcionam um treinamento de alta qualidade, além de desempenharem um papel crucial na redução de custos em comparação aos voos reais, pois permitem economizar em combustível, manutenção de aeronaves, redução do desgaste dos equipamentos, ao mesmo tempo que oferecem um ambiente adequado e controlado para o desenvolvimento das habilidades dos cadetes, diminuindo a taxa de atrito na formação dos aviadores e a segurança de voo.

O comprometimento e a expertise tecnológica do CCA-SJ reforçam o compromisso da Força Aérea Brasileira (FAB) em investir na excelência operacional, segurança das missões aéreas e na otimização de recursos.

Texto: capitão Aviador Martins / CCA-SJ
Fotos: CCA-SJ

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

Variante com uma nova torre é  apresentada na feira de Paris A BAE Systems está apresentando o CV90MkIV com uma...

Na quarta-feira (12), o mercado de defesa se agitou com a notícia divulgada pelo portal britânico Janes de que o...

A AVIBRAS Indústria Aeroespacial S/A, que em tempos passados foi considerada uma das maiores empresas  de defesa do mundo, mas...

Empresas brasileiras destacam inovações e capacidades no cenário internacional A Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança...

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DISPONÍVEL