Cavaleiros de Aço! Aviação do Exército, em oito episódios

0
1751
A cada 15 dias será lançado um novo episódio, que podem ser assistidos no website www.avex100.com.br ou no canal da série no Youtube em https://bit.ly/3cNI1re

Estreou hoje na internet, às 19h00, a websérie Cavaleiros de Aço, uma produção nacional da Street Films e da Hunter Press que será dividida em oito episódios e distribuída gratuitamente.

O projeto foi idealizado para compor as comemorações do Centenário da Aviação Militar do Exército Brasileiro, marcada em 2019.

Através de entrevistas, de pesquisas em arquivos e acompanhamento da rotina da Aviação do Exército, cada episódio vai retratar uma face da Aviação do Exército, abrangendo desde a formação dos futuros pilotos e tripulantes, as ações em resgates, operações em grandes exercícios até o legado e pioneirismo do Exército Brasileiro no uso de balões na Guerra do Paraguai, de aviões na Guerra do Contestado e a trajetória da antiga Aviação Militar que existiu de 1919 a 1941.

Em um ano e meio de produção foram 100 horas de gravação, diversas cidades visitadas, algumas dezenas de horas realizadas em voos e muita ação captada pelas lentes dos produtores da Hunter Press e Street Films daquela que é considerada uma das principais e melhores aviações de Exército do mundo.

A cada 15 dias será lançado um novo episódio, que podem ser assistidos no website www.avex100.com.br ou no canal da série no Youtube em https://bit.ly/3cNI1re

“Decidimos nos lançar na produção desta websérie com o objetivo de divulgar a importância da Aviação do Exército. Com os seus helicópteros e tripulações, a atuação desses homens e mulheres excede a atividade convencional de defesa. Vai além, fazendo o resgate de pessoas perdidas na selva, levando alimentos e suprimentos para aqueles que estão desabrigados por conta de algum tipo de calamidade, transportando pessoas que necessitam de cuidados médicos em emergência e auxiliando cidades que estejam enfrentando algum problema na segurança pública ou sediando algum grande evento esportivo de magnitude internacional”, explicou João Paulo Moralez, da Hunter Press.

Sob a supervisão do diretor Victor Bilbao, da Street Films, foram utilizados equipamentos cinematográficos, além de drones, para a captação de imagens que eram feitas aproveitando voos que estavam acontecendo durante as fases de instrução ou durante manobras e exercícios militares. “Enfrentamos os desafios naturais de uma gravação como essa, incluindo a superação do frio e calor, peso do equipamento durante gravações prolongadas no caso dos treinamentos e exercícios e até mesmo a preocupação logística quando ficamos longe de qualquer infraestrutura por um longo período. Registramos tudo da forma natural em que as coisas aconteciam. Não houve simulação, foi tudo real. E é isso que queremos mostrar para o público, o preparo e a prontidão da Aviação do Exército”, completa Victor Bilbao.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here