Brasil mobiliza a Força Aérea para resgate de brasileiros na Ucrânia

Por decisão da presidência da República e coordenado pelo Ministério da Defesa e o Ministério das Relações Exteriores, a Força Aérea Brasileira (FAB) vai enviar um Embraer KC-390 Millennium para resgatar brasileiros que estão em Varsóvia, na Polônia, depois de fugirem dos conflitos na Ucrânia. A estimativa é que 500 vivessem no país antes da guerra.

A decolagem do KC-390 está prevista para acontecer na tarde de segunda-feira (7 de março), a partir do aeroporto de Brasília levando no trajeto de ida 11,5 toneladas de material de ajuda humanitária. O KC-390 fará escalas em Recife, Cabo Verde e Lisboa, estando de volta ao país no dia 10 de março. A quantidade de pessoas a serem embarcadas não foi informada.

O Brasil tem feito vários esforços para apoiar os brasileiros na região e na Ucrânia tendo apoiado a saída de mais de 100 pessoas que buscaram abrigo na Polônia e a Romênia.

Dois postos de atendimento foram abertos em Lviv, localizada próxima à fronteira com a Polônia, e em Chisinau, capital da Moldávia.

A Embaixada do Brasil na Romênia montou um posto avançado na cidade de Siret, na fronteira com a Ucrânia, para reforçar a acolhida a brasileiros em saída do país vizinho. Até o momento, mais de 130 brasileiros ingressaram em território romeno.

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

A Comissão do Exército Brasileiro em Washington (CEBW) publicou, na última sexta-feira, dia 19 de abril, um pedido de cotação...

O crescimento da Base Industrial de Defesa e Segurança Pública (BIDS) torna esse setor ainda mais estratégico e relevante para...

Em comemoração a semana do Exército, o Comando Militar do Sudeste (CMSE) está organizando uma série de eventos na Capital Paulista,...

O Ministério da Defesa (MinDef), por meio da Secretaria de Produtos de Defesa (SeProD), acompanhou, entre os dias 15 a...

Comentários

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DISPONÍVEL