Blindados do Futuro – FFG apresenta blindado de combate com motor diesel-elétrico

7
3049

A tradicional empresa alemã Flensburger Fahrzeugbau Gesellschaft mbH (FFG) apresentou o demonstrador de tecnologia híbrida “Genesis”, o primeiro veículo blindado 8×8 com propulsão totalmente híbrida. De acordo com a empresa, o veículo em exposição é totalmente funcional em termos de tecnologia de condução, sendo que apenas a torre de 30 mm de Kongsberg MTC-30, que foi instalada, ainda não foi conectada por motivos de tempo.

A apresentação ocorreu em conexão com uma exposição no Simpósio “Desafios e perspectivas atuais da empresa de tecnologia de defesa de médio porte como um motor para manter capacidades e inovação tecnológica”, realizado nos dias 22 e 23 de setembro, nas instalações da FFG, em Flensburg, Alemanha. A estreia mundial, originalmente planejada para o Eurosatory 2020, teve que ser adiada devido ao cancelamento da mesma devido a pandemia de COVID-19.

A FFG pretende apresentar o know-how atualmente disponível na empresa nas áreas da tecnologia de acionamento, desenvolvimento de software e eletrônica para se tornar um fornecedor tecnológico do sucessor dos futuros veículos de reconhecimento e combate do exército alemão. O desenvolvimento desse projeto se iniciou a dois anos e contou com financiamento privado.

O demonstrador apresentado estava equipado com uma torre Protector MCT-30, da Kongsberg, armada com um canhão Bushmaster MK44 de 30×173 mm, mas que ainda não estava integrada.

O veículo

O Genesis é baseado em um conceito modular semelhante ao Boxer, consistindo em um módulo separado de direção e missão.

O módulo de acionamento é diesel-elétrico e tem uma potência instalada total de 1.368 kW e o gerador a diesel serve apenas para gerar eletricidade para o acumulador elétrico, que também fica na parte frontal do veículo. A energia elétrica ali armazenada é usada para acionar os oito motores elétricos localizados nos eixos, que por sua vez transmitem até 15.622 Nm de torque às rodas individuais por meio de eixos de transmissão individuais. O coração do sistema é o controle drive-by-wire totalmente elétrico e não há conexão física entre os controles do piloto e as rodas. O know-how necessário também foi desenvolvido pelo próprio departamento de software da FFG. O veículo é operado de maneira semelhante a um veículo sobre esteiras, regulando o torque de cada roda. De acordo com a FFG, a tecnologia é totalmente escalonável e também adequada para uso em veículos 4×4 ou 6×6. Se motores ou rodas individuais falharem, eles podem ser colocados em marcha lenta para que o veículo possa continuar seu trabalho.

Uma vez que o trem de força é totalmente sem engrenagens e elementos de direção, não há os custos para aquisição e manutenção dos componentes necessários para o acionamento convencional.

O acionamento diesel-elétrico oferece outras vantagens, como permitir uma condução silenciosa ou o funcionamento de aparelhos de observação e comunicação com o motor desligado (Silent Watch). Nesse caso, a ventilação, que só é necessária em certas temperaturas, e os barulho dos pneus representariam fontes de ruído reveladoras, mas que estão bem abaixo de uma tração convencional. Além disso, há um alto nível de aceleração porque o motor elétrico, ao contrário do motor a combustão, possui torque total mesmo com o veículo parado. Ao mesmo tempo, os veículos elétricos podem servir como “estações de carregamento” (Power bank).

Para proteger a tripulação do veículo de perigos elétricos prejudiciais, mesmo em caso de danos de combate, vários recursos de segurança foram implementados que separam as conexões elétricas entre o casco do veículo e o armazenamento elétrico.

A estrutura modular do veículo torna relativamente fácil implementar uma ampla variedade de configurações de missão usando módulos de missão autossuficientes. O módulo em exibição mostrou uma versão de transporte de pessoal com rodas blindadas com uma torre não tripulada de 30 mm de Kongsberg e uma área de combate para até dez soldados.

O Genesis apresenta um conceito modular similar ao Boxer

 

Dados técnicos do Genesis

Comprimento

8,25 m

Largura

2,25 m

Altura

2,40 m

Peso (incluindo o módulo)

40 ton

Potência do motor

1.368 kW

Torque do motor

15.622 Nm / por roda

Velocidade

> 100 km / h

Inclinação máxima frontal

60 %

Inclinação máxima lateral

30 %

Autonomia total

600 km a 60 km / h

Autonomia somente com motor elétrico

150 km a 40 km / h

 

O Genesis é um 8×8 de grande peso, cerca de 40 toneladas

A FFG agora pretende submeter o Genesis a testes extensivos, e assim, coletar mais conhecimento para o projeto de veículos de potenciais futuros veículos de combate.

Informações: Waldemar Geiger, Soldat & Technik (tradução T&D)
Imagens: FFG

7 Comentários

  1. Bem a cara desses europeus mesmo. Um veículo elétrico para nao poluir tanto, mas a principal fonte de energia deles continua sendo fóssil.

    • Isso não tem “cara desses europeus”, mas cara de tecnologia de ponta aplicada.
      Na verdade, como esta bem explicito no texto, as vantagens operacionais de um sistema hibrido eficiente são gritantes.
      Em momento algum foi feito apelo a questão ecológica.

  2. Como sempre Doutor Bastos, uma análise impecável. Nova tendência para o futuro. Tolo quem não a aplicar. Será atropelado pelo adversário.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here