Blindado Gladiador II é entregue oficialmente a PMRO

O primeiro blindado operacional da Polícia Militar do Estado de Rondônia (PMRO), a viatura blindada multitarefa – leve sobre rodas (VBMT-LR) Gladiador II, projetado e fabricado pelo Grupo INBRA, foi entregue oficialmente no dia 24 de maio, durante a 9ª Rondônia Rural Show Internacional, na cidade de Ji-Paraná (RO).

A aquisição desta viatura ocorreu em fevereiro de 2021 e sua entrega foi realizada no final do ano, sendo que nos meses foi executada sua homologação e capacitação da tropa, o Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), que terá uma nova ferramenta para o enfrentamento ao crime no Estado e garantindo maior proteção aos policiais.

Segundo a PMRO, a viatura é indicada para ações em áreas de risco e facilitará acesso seguro em áreas em conflito, permitindo com que a operação seja bem sucedida, sem expor os policiais a maiores riscos, garantindo a possibilidade de disparos de um local seguro e protegido por blindagem, aumentando a flexibilidade para as operações da tropa.

O treinamento da tropa iniciou no final do ano passado, assim que o Gladiador II chegou (Foto: PMRO)

‘‘Sofremos muito por anos com os resultados de emboscadas contra nossos policiais, mas com a aquisição desse veículo, estamos mudando isso, aliando capacidade técnica com tecnologia para assegurar a preservação da vida dos policiais no desempenho das suas atividades de prestação de serviço à população no combate à criminalidade. Esse é um veículo que segura até tiro de fuzil, isso dá mais segurança e impede que tenhamos perdas em operações’’, explica o governador, Marcos Rocha.

O gestor da Secretaria da Segurança, Defesa e Cidadania (SESDEC), José Hélio Cysneiros Pachá, destacou que o blindado mudará a história das operações especiais em Rondônia. ‘‘Não teremos mais situações onde o perigo de morte põe alguns comandantes de tropa em dúvida quanto a progressão dos efetivos no terreno. Com esse blindado, que é o nosso ‘Caveirão 1’, a Polícia Militar terá condições de avançar em condições de trafegabilidade difícil, e fazer o enfrentamento às invasões violentas de terras’’, afirma.

A entrega simbólica das chaves do primeiro blindado da história da segurança pública de Rondônia (Foto: Daiane Mendonça)

Com informações e imagens da SESDEC

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) planeja testar uma das mais avançadas tecnologias de imageamento por satélite. Isso será...

A IACIT fortaleceu sua posição no mercado ao estabelecer uma colaboração estratégica com a Omnisys Engenharia, subsidiária da Thales, e a Meteomatics,...

A MBDA assinou uma emenda contratual com a Organização para Cooperação Conjunta em Armamento (OCCAR) para aumentar as capacidades técnicas...

A equipe de Tecnologia & Defesa esteve a bordo do super navio-aeródromo USS George Washington (CVN 73), um navio de...

Comentários

7 respostas

  1. Se o ministério da justiça tivesse alguma utilidade poderia comprar até centenas desse veículo para frear o narcotráfico, e impedir o tal do novo cangaço mas…..

    1. Quem tem que comprar são os governadores,o governo federal cuida dasxsuas polícias e os Estados da sua,é cada qual cuide de sua responsabilidade.
      O governo federal através do SUSP e outros repasse verbas para os Estados e municípios,agora vc querer que a União compre para cada Estado x veículos ,daqui a pouco vai ser helicóptero,carro dos bombeiros e etc.

        1. a força nacional já tem seus próprios veículos blindados e equipamentos padronizados, não entendo seu comentário.

  2. Que o mesmo tenha sucesso neste segmento e que a inbra possa coletar dados necessário para manter usa evolução constante e quem sabe um dia podemos ver esse veiculo sendo adquirido pelo governo federal para padronizar as forças especial das policias do brasil assim facilitando operações conjuntas Interestaduais.

    Temos que padronizar para baixar os custos das maquinas publicas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DISPONÍVEL