ATUALIZAÇÃO: As VBE-Soc sobre rodas não serão os Oshkosh HEMTT

No dia de ontem, 26 de abril, foi publicado por Tecnologia & Defesa que o Exército Brasileiro receberia 20 blindados 8×8 Oshkosh HEMTT M984. Contudo, as informações a respeito da aquisição não estão corretas.

A Comissão do Exército Brasileiro em Washington (CEBW) nos comunicou que o modelo a ser adquirido não serão mais os HEMTT usados e  oriundos dos depósitos do US Army, mas um blindado 6×6, novo, fornecido pela empresa estadunidense Federal Resources Supply Company, também adquirido através do programa FMS (“Foreign Military Sales”), porem mantendo a previsão de entrega ainda para esse ano.

Tecnologia & Defesa continuará acompanhando esse processo e divulgará mais informações em breve.

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

Durante a Eurosatory 2024, que esta ocorrendo no Centro de exposições Paris-Nord Villepinte, localizado nos arredores de Paris, a empresa...

Variante com uma nova torre é  apresentada na feira de Paris A BAE Systems está apresentando o CV90MkIV com uma...

Na quarta-feira (12), o mercado de defesa se agitou com a notícia divulgada pelo portal britânico Janes de que o...

A AVIBRAS Indústria Aeroespacial S/A, que em tempos passados foi considerada uma das maiores empresas  de defesa do mundo, mas...

Comentários

29 respostas

      1. Bastos, dentre os 20, algumas unidades ficarão como peças de reposição ou todas as unidades estarão operacional no EB?

    1. Foi informado somente a empresa vencedora da licitação, mas não o modelo.
      Estou verificando e, assim que tiver mais informações, postarei no site.

  1. Rapaz eles podiam ter falado o modelo né? Revirei o site dessa empresa todo e não achei um 6×6 sequer… O único 6×6 estadunidense desse tipo que eu achei é o “MaxxPro MRAP Recovery Vehicle”. Será?

      1. Um Scania R450 tem a mesma potência, só que 15% a mais de torque. É um caminhão com cabine blindada 6×6. Seria muito mais negócio comprar Tatra.

  2. Mesmo sendo blindados novos, são 6×6.
    Os Oshkosh HEMTT são 8×8.
    Fico na dúvida se será uma boa para o exército brasileiro.

        1. Não necessariamente. E desde qiando um veículo é mais veloz que um 6×6 porque é 8×8? Maior robustez? Com base em que? Só porque é 8×8 é mais robusto qie um 6×6? Ora, meu caro. Se a viatura que esses caminhões irão dar suporte, também são 6×6, não tem ptoblema algum eles serem 6×6.

    1. Sinceramente creio ser mais provável que estejam vindo 20 M1089 Wrecker do que 20 MaxxPro MRAP Recovery Vehicle . Creio tbm que o EB estará muito bem servido com qualquer um dos dois, melhor ainda por serem novos.

  3. Acredito que faria mais sentido se ter optado por veículos similares Tatra. Ela operará no Brasil e já temos viaturas com mecânica Tatra operando, salvo engano, nas viaturas do Astros.

  4. Tá com cara de MaxxPro Wrecker Navistar ….
    Aguardando pelo novo caminhão , o bom que é zero bala , uma excelente notícia

    1. Sao uns monstros, mesmo. Mas, esses outros 2 possiveis candidatos tb parecem ser muito robustos…..e serão novos.

  5. O EB deveria se preocupar mais com um sistema de defesa antiaéreo como o Spyder Rafael por exemplo, do que se preocupar com blindados. O que adianta querer dominar o terreno se não consegue ao menos dominar os ares???
    Fica complicado assim!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DISPONÍVEL