ARP Harpia para o sistema ASTROS

No mês de julho deste ano, as empresas  Advanced Technologies SD (AdTech) e Avibras Aeroespacial estabeleceram um memorando de entendimento (MoU) para a utilização da aeronave remotamente pilotada (ARP) Harpia como elemento do sistema ASTROS.

Demonstração do Harpia no 1º RCG, em 2022 (Foto: AdTech)

Baseado nessa parceria, a Avibras passará a oferecera seus clientes (incluindo o Exército Brasileiro) a capacidade de localizar alvos, regular e corrigir instantaneamente o tiro de Artilharia, utilizando as capacidades dos sistemas e software inteligente de controle de cargas úteis do Harpia, desenvolvido pela AdTech.

Tal trabalho em conjunto se dará, na prática, pela integração do ARP Harpia dentro de um dos subsistemas que compõem os lançadores múltiplos de mísseis e foguetes, proporcionando uma melhor identificação e observação, permitindo uma aplicação mais precisa dos disparos, utilizando um meio economicamente viável e eficaz.Esta parceria, de empresas genuinamente brasileiras, mostra a capacidade nacional de atuação nos mercados interno e externo.

O Harpia poderá ser utilizado na bateria de aquisição de alvos do Sistema ASTROS (Foto: Avibras)

Com informações da AdTech

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

Começou no ultimo domingo, dia 14 de abril, a Operação “Jeanne d’Arc 2024”, exercício realizado pela Marinha do Brasil (MB)...

Santiago Rivas (*) Na manhã de hoje, 16 de abril, foi finalmente assinado o contrato de aquisição das 24 aeronaves...

O Estado-Maior do Exército, por meio da portaria 1.294-EME/C Ex, de 03 de abril de 2024, aprovou a diretriz de...

Com o objetivo de desenvolver sistemas de alta tecnologia de propulsão e de  aeronaves não tripuladas, está sendo anunciada a...

Comentários

12 respostas

  1. Muito bom!
    Falando em Avibras, alguma novidade em relação aos problemas que a empre vinha enfrentando?

    1. Amigo até onde eu sei ela conseguiu algumas parceiras e até pedidos mas acho que apesar de a situação não muito boa acho que a empresa está estável e depois das novas parcerias ela tem boas perspectivas

    1. Por enquanto é apenas uma decisão da empresas de fazer uma parceria e oferecer o produto. Se o Exército irá comprar ou não é outra história.

  2. Como um drone adquire um alvo? ele passa a posição dele + a distância do alvo com telemetria?

    1. Coordenadas do alvo com base na distância e direção do mesmo em relação ao equipamento, utilizando telemetria laser.
      Bom, acredito que seja dessa forma.

  3. impressionante com a Europa em guerra e a avibras nao consegui aproveitar e fazer nenhum venda,e o pior que ela possui o produto para pronta entrega, do contrato que foi cancelado por causa da pandemia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DISPONÍVEL