Armada do Chile adquire blindados 8X8 NZLAV

0
2964

Por Lisandro Amorelli , via Pucará Defensa

A Armada do Chile adquiriu 22 viaturas blindadas 8X8 NZLAV para seu Corpo de Fuzileiros Navais (Cuerpo de Infantería de Marina). São unidades excedentes do Exército da Nova Zelândia e, segundo fontes neozelandesas, pelo valor de US$ 18,8 milhões.

Em declarações ao chefe do Comando de Logística de Defesa do Exército da Nova Zelândia, comodoro Andrew Brown, as negociações começaram há mais de dois anos.

O Exército da Nova Zelândia adquiriu 105 NZLAV em 2003 para substituir os antigos M113, dos quais um foi perdido em operações no Afeganistão, 73 estão em serviço e 32 foram colocados à venda. 22 foram adquiridos pelo Chile e outros 9 estão sendo oferecidos ao mercado internacional, dos quais uma unidade está sendo testada pelo Canadá.

O NZLAV

Os NZLAVs foram construídos no Canadá pela General Dynamics Land Systems e é uma variante do LAV III, que por sua vez é uma versão licenciada do MOWAG Piranha III. É um veículo blindado leve de terceira geração, com oito rodas, pesando entre 19 e 21 toneladas, dependendo da configuração,  utilizado para transporte de pessoal e missões de reconhecimento e que pode ser transportado em um C-130 Hércules.

Possui um canhão Bushmaster M242, de 25×137 mm, duas metralhadoras MAG-58, de 7,62×51 mm (uma coaxial e uma montada em torre) e dois lançadores de granadas de 76 mm, com quatro prontas para uso. Sua blindagem oferece proteção contra munições de 7,62 mm, embora blindagens adicionais de diferentes tipos possam ser adaptadas, para aumentar a capacidade de sobrevivência do veículo e de sua tripulação, mesmo contra munições de 30 mm ou acertos de RPG. Ele é alimentado por um motor diesel Caterpillar 3126 HEUI, desenvolvendo 350 HP.

O NZLAV tem uma tripulação de três, incluindo comandante, artilheiro e motorista, e oferece espaço para 7 soldados totalmente equipados. Os soldados entram e saem do veículo pela rampa traseira ou pelas escotilhas do teto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here