Armada Colombiana comissiona a corveta Almirante Tono

0
1334

Por Erich Saumeth (*)

Em cerimônia realizada no dia 05 de janeiro, com a presença do presidente colombiano Iván Duque, a Armada da República da Colômbia (ARC) realizou o batismo, içamento da bandeira e apresentação da madrinha de sua nova corveta, a ARC Almirante Tono (CM-56).

A corveta chegou ao porto de Cartagena das Índias em novembro passado, após uma viagem de mais de um mês da Coréia do Sul, país que entregou o navio à Colômbia como doação, no âmbito das relações que em defesa mantém ambas as marinhas, desde o conflito na península coreana, e foi submetida a obras de remodelação na Coréia, pelas empresas  COTECMAR e DTS.

A Almirante Tono será empregada pela Força Naval do Caribe (FNC) nas águas do Mar do Caribe em missões de vigilância marítima, busca e resgate, ligação e transporte, bem como em operações antinarcóticos e de controle da soberania nacional.

Características

A ARC Almirante Tono era a antiga Iksan (PCC-768), da classe Po Hang, pertencente a Marinha da Coreia do Sul. Foi lançada ao mar em 24 de março de 1987 e descomissionada em 31 de dezembro de 2018.

  • Deslocamento: 1.220 toneladas
  • Comprimento: 88,30 metros
  • Propulsão: tipo CODOG, com uma turbina GE LM2500 e dois motores a diesel MTU
  • Velocidade máxima: 32 nós
  • Armamento: dois canhões de 76 mm Leonardo Compact, um na proa e um na popa, sendo a ultima com um radar de controle de tiro; quatro lançadores para mísseis Lig Nex-1 SSM-700K Hae sung (C-Star); dois lançadores triplos de torpedos leves do tipo Alliant Techsystems MK-46 Mod.5 ASW; e dois canhões de 20 mm Sea Vulcan M61A1, para defesa antiaérea.

 

(*) Erich saumeth é analista e pesquisador colombiano em questões e assuntos de defesa, segurança e geopolítica, e colaborador de Tecnologia & Defesa na Colômbia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here