AIAB comemora lançamento da Plataforma Suborbital de Microgravidade

A Associação das Indústrias Aeroespaciais do Brasil (AIAB), representada pelo seu presidente, Julio Shidara, participou, no dia 23 de outubro, do lançamento da Plataforma Suborbital de Microgravidade (PSM) a bordo de um foguete VSB-30, a partir do Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), no Maranhão, na Operação Santa Branca.

A atividade teve a participação da Agência Espacial Brasileira (AEB), do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), do Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE), do Instituto de Fomento e Coordenação Industrial (IFI), do Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), do Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (CLBI), da empresa Orbital Engenharia S.A. e do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).

Segundo informações da empresa Orbital Engenharia S.A, que desenvolveu a Plataforma em parceria com o IAE, o equipamento apresentou desempenho em conformidade com suas especificações de projeto.

“O êxito da Operação Santa Branca credencia a PSM a acessar o mercado, já que a validação em voo é condição indispensável para que um produto espacial tenha possibilidade de ser  comercializado no mercado global”, declarou Shidara.

Além desse relevante aspecto, o sucesso da Operação é simbólico, na medida em que, à semelhança do que ocorreu com a indústria aeronáutica no passado, atesta que a indústria espacial brasileira também está apta a atuar com protagonismo no desenvolvimento de soluções espaciais de interesse do país, em estreita cooperação com ICTs (Institutos de Ciência e Tecnologia) e Academia. “A indústria espacial brasileira atingiu um estágio de maturidade tal que já é capaz de contribuir efetivamente em desenvolvimentos de projetos espaciais de interesse do Brasil, maximizando os resultados segundo o conceito da tríplice hélice de inovação”, destacou o presidente da AIAB.

Em sua configuração original, o lançador VSB-30 possuía o terceiro estágio (carga útil) fornecido pela Alemanha. Já na configuração que voou domingo (23/10), o terceiro estágio (PSM), foi projetado e fabricado no Brasil pela empresa Orbital, associada da AIAB, e transportou experimentos do INPE e do IAE.

Além de seu terceiro estágio, não propulsado, que corresponde à sua carga útil, o VSB-30 possui dois outros estágios propulsados, atualmente fornecidos pelo IAE. O veículo não possui controle de navegação, sendo estabilizado aerodinamicamente após seu lançamento a partir de uma rampa com trilhos.

Também compuseram a comitiva que acompanhou o lançamento em Alcântara, dentre outros representantes, o Paulo César Rezende de Carvalho Alvim, ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI); José Gustavo Gontijo, secretário de Empreendedorismo e Inovação do MCTI; Maximiliano Martinhão, secretário de Radiodifusão do Ministério das Comunicações (MCOM); general Waldemar Barroso Magno Neto, presidente da Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP); William Rospendowski, superintendente da Área de Inovação 4 da FINEP; e o Carlos Augusto Teixeira de Moura, Presidente da AEB.

“Nosso próximo desafio é produzir o VSB-30 na indústria, para que tenhamos uma solução comercial nacional completa disponível para instituições que realizam experimentos em ambiente de microgravidade”, finalizou Shidara.

Fonte: Rossi Comunicação
Fotos: sargento Figueira / CECOMSAER

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

Com o objetivo de desenvolver sistemas de alta tecnologia de propulsão e de  aeronaves não tripuladas, está sendo anunciada a...

De todas as novidades da FIDAE 2024, definitivamente a que mais surpreendeu o público não foi a vinda do caça...

A atuação dos drones na guerra entre a Rússia e a Ucrânia mudou os conceitos e doutrinas do atual cenário...

Durante a FIDAE 2024, a Boeing apresentou uma atualização do programa do avião de patrulha marítima P-8 Poseidon e os...

Comentários

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

EM BREVE