36º BI Mec certifica subunidade FORPRON

No período de 20 a 23 de setembro, o 36º Batalhão de Infantaria Mecanizado (36º BI Mec), da cidade de Uberlândia (MG) e subordinada a 3ª Brigada de Infantaria Mecanizada (3ª Bda Inf Mec), participou da certificação da 2ª Companhia de Fuzileiros, sua subunidade que compõe a FORPRON (Força de Prontidão) do Exército Brasileiro (EB).

Essa certificação ocorreu por meio de um exercício de dupla ação voltado para operações defensivas e envolveu uma ação retardadora e uma defesa em posição.

A atividade contou com a participação do Comandante do 30º Batalhão de Infantaria Mecanizado (30º BI Mec), tenente-coronel Flábio Meireles Machado, de oficiais do Batalhão e de integrantes do Centro de Adestramento Sul (CA-Sul), que verificaram o nível de adestramento da tropa.

Fonte: 36º BI Mec

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

O Comando Militar do Nordeste (CMNE), nesta quinta-feira, dia 16 de maio, enviou um Hospital de Campanha (H Cmp) para...

Empresa do Grupo Embraer participa de debate sobre soluções tecnológicas que estão moldando o futuro dos grandes centros urbanos As...

Hoje, dia 16 de maio, às 18:00hs, será lançado o livro “Segurança Escolar – Prevenção multidisciplinar escolar contra-ataques ativos”, de...

Um drone do Exército Brasileiro (EB) localizou, no fim da tarde dessa terça-feira, dia 14, moradores pedindo ajuda no topo...

Comentários

3 respostas

  1. Porque o exercito brasileiro esta certificando tantas unidades com o selo de força de prontidão, que se subtende que esta podem estão prontas para entrarem em ação em menos de um dia após acionadas. Tem o Tecnologia e defesa tem algum artigo sobre? se trata de um métodos/avaliação para filtrar quais unidades precisão ser revistas ou que estão fora ou precisão de investimentos para comprar suas demandas ? e porque não vemos o mesmo acontecendo com a amarinha e com a FAB?

    1. Os Fuzileiros também passaram por uma inspeção de prontidão recentemente. O intuito foi avaliar a tropa para emprego em operações de paz da ONU em ambientes de conflito de maior intensidade.

  2. Bom, não sou especialista mas a FAB tem aviões de prontidão de Defesa Aérea nas bases de aviação de caça, assim como o ParaSar. A Marinha já tem os Fuzileiros Navais, tropa de pronto emprego e expedicionária. Na verdade, uma tropa de Pronto Emprego pode ser acionada em 24hs. Sempre que novos equipamentos sçao adquiridos, tem que se certificar as OMs que já eram consideradas de pronto emprego. Como a Aviação do EB, as Brigadas de Infantaria Leve Aeromõvel, a Brigada de Infantaria Paraquedista, Brigadas de Infantaria de Selva, Montanha e Caatinga, etc. Mas, sou só entusiasta, deixo o nobre autor esclarecer melhor! Abs!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DISPONÍVEL