10ª CSTM será palco de um dos maiores eventos sobre blindados do ano

6
1547

Dentro da programação da 10ª CSTM (Conferência de Sistemas e Tecnologia Militar), que ocorrerá no Estádio Nacional de Brasília (DF), entre 23 e 26 de novembro, será realizado a Brazil Armoured Vehicles Summit (BRAVS).

O evento, com uma programação específica, paralela à da CSTM, marca a celebração do centenário dos veículos blindados no Brasil e será um fórum de discussão que reunirá líderes militares e da indústria, com um público composto por comandantes militares de todos os níveis de comando, oficiais de aquisição, definidores de requisitos operacionais e técnicos, especialistas em desenvolvimento de capacidades, especialistas em Ciência, Tecnologia e Inovação, Logística Militar e toda a cadeia de suprimentos da indústria.

“Trata-se de um evento que representa uma oportunidade valiosa de estar pessoalmente em contato com os maiores especialistas brasileiros e estrangeiros em veículos blindados para renovar conhecimentos profissionais e construir novos relacionamentos”, comenta Heleno Maffucci, diretor da Prospectare Brasil Events.

A programação prevê palestras nos dias 24 e 25 de novembro no auditório verde que abordarão temas relacionados com geopolítica, doutrina militar, tecnologia, modernização, aquisições e suporte logístico.

Programação completa de todo o evento

DIA UM – 24 de novembro

Auditório VERDE  (BRAVS)

  • 09:00 – Abertura do evento, com o Dr. Marcos Rosas Degaut Pontes, secretário de Produtos de Defesa (SEPROD);
  • 09:30 – Palestra “O papel dos blindados no combate de múltiplos domínios”, pelo general de divisão Sergio Luiz Tratz, chefe do Centro de Doutrina do Exército
    (C Dou Ex);
  • 10:00 – Palestra “Sistemas de simulação em prol do ensino e da Força de Prontidão (FORPRON) da 6ª Brigada de Infantaria Blindada”, pelo general de brigada Marcelo Carvalho Ribeiro, comandante da 6ª Bda Inf Bld;
  • 10:30 – Coffee break e networking;
  • 11:00 – Palestra “Evolução da viatura LAV”, por Jeffrey Ryce, International Sales Manager da General Dynamics Land Systems Canadá;
  • 11:30 – Palestra “Geopolítica Atual e o combate de blindados do futuro”, pelo coronel de Cavalaria R/1 Paulo Roberto da Silva Gomes Filho, Analista do Centro de Estudos Estratégicos do Exército (CEEEx);
  • 14:00 – BAE Systems;
  • 14:30 – Palestra “Panorama mundial e a tendência dos veículos blindados do futuro”, pelo tenente-coronel Camilo Pereira Antunes, comandante do Centro de Instruções de Blindados (CI Bld);

Auditório VERDE  ( CSTM)

  • 16:00 – Palestra “O futuro das comunicações críticas para segurança pública e forças armadas”, por Marcos Vieira, gerente da Engenharia Comercial da Embratel;
  • 17:00 – Palestra “O mundo pós-covid e os reflexos para a defesa nacional”, pelo general de exército R/1 Sérgio Westphalen Etchegoyen, ex-ministro chefe do Gabinete de Segurança Institucional de Presidência da República.

Auditório AZUL (CSTM)

  • 09:30 – Palestra “Defesa: um grande sistema de sistemas”, pelo general de brigada R/1 Mauro Guedes Ferreira Mosqueira Gomes, membro titular da Academia Nacional de Engenharia (ANE);
  • 10:15 – Palestra “A abordagem da EMGEPRON para os programas estratégicos da Marinha”, pelo vice-almirante RM1 Antonio Reginaldo Pontes Lima Junior, coordenador geral de Programas estratégicos da EMGEPRON;
  • 11:00 – Palestra “SisGAAz – Fase Rio: conceituação do programa SisGAAz; apresentação da Fase Rio do programa; e produtos esperados da encomenda tecnológica”, pelo contra-almirante Gustavo Calero Garrica, coordenador da Área Marítima do Atlântico Sul (CAMAS);
  • 13:30 – Taurus Armas;
  • 14:15 – Palestra “Pré-requisitos para o desenvolvimento e sustentação de uma capacidade industrial e de inovação para defesa”, pelo professor doutor Eduardo Siqueira Brick, professor titular do Núcleo de Estudos de Defesa, Inovação, Capacitação e Competitividade Industrial da Universidade Federal Fluminense;
  • 15:00 – Convidado: coronel Marcelo Paiva Fontenele, diretor do Departamento de Segurança da Informação do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSI);
  • 15:45 – Palestra “Integração da inteligência artificial e perspectivas de aplicações na
    MB; Iniciativas de IA na MB; e eixos estruturantes de IA na MB
    ”, pelo Capitão de fragata (EN) Ali Kamel Issmael Júnior, encarregado do Grupo de Sistemas Digitais do Centro de Guerra Acústica e Eletrônica da Marinha (CGAEM);

DIA DOIS – 25 de novembro

Auditório VERDE (BRAVS)

  • 09:00 – Palestra “Processo de modernização do Exército Brasileiro: a obtenção das novas capacidades para as próximas décadas – Subprograma Forças Blindadas”, pelo coronel Marcelo Yoshida, 4ª Subchefia do Estado-Maior do Exército (EME);
  • 09:30 – Palestra “Lições aprendidas com o Projeto GUARANI e suas Próximas Fases”, pelo general de brigada R/1 Edson Henrique Ramires, gerente do Programa Estratégico GUARANI;
  • 10:00 – Palestra “A gestão do ciclo de vida dos veículos blindados do Exército Brasileiro”, pelo general de divisão Alan Denilson Lima Costa, diretor de Sistemas e Material de Emprego Militar (DSMEM);
  • 10:30 – Coffee break e networking;
  • 11:00 – Palestra “O Projeto de Modernização da VBC Cav CASCAVEL: Histórico e Status Atual; e Visão Geral do Projeto e Marcos Temporais”, pelo general de brigada Tales Eduardo Areco Villela, diretor de Fabricação do Exército (DF);
  • 14:00 – BAE Systems;
  • 14:30 – Palestra “105mm, versatilidade em combate”, por Simon Haye, Chief Marketing Officer da John Cockerill AS;
  • 15:00 – Palestra “O projeto de aquisição da viatura blindada de cavalaria (VBC Cav) 8×8: histórico e status Atual, visão geral do processo de aquisição e marcos temporais; o projeto de modernização da VBC CC Leopard 1A5BR: status atual, desafios Logísticos e oportunidades para a Indústria”, pelo general de brigada Everton Pacheco da Silva, diretor de Material do Exército (DMat);

Auditório VERDE (CSTM)

  • 16:15 – Palestra “A BID e a capacidade expedicionária, do Comando de Operações Navais (ComOpNav): funções logísticas e a BID; Independência tecnológica e capacidade de Permanência; Padronização de Ativos e Integração entre Forças Singulares; e Capacidade Expedicionária e Prontidão Estratégica”, pelo capitão de mar e guerra (FN) Marcelo Vidal Moreira;
  • 17:00 – Painel “Inovação em defesa”, com as participações do doutor Eduardo Soriano, diretor do Departamento de Tecnologias Aplicadas do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, da doutora Fernanda das Graças Corrêa, Coordenadora no Departamento de Ciência, Tecnologia e Inovação do Ministério da Defesa, e de André Taveira, coordenador da Área de Defesa da Diretoria de Crédito Produtivo e Socioambiental do BNDES), e com a moderação do doutor Humberto Ribeiro, diretor da Aware Consultoria em Defesa, Segurança e Inteligência.

Auditório AZUL (CSTM)

  • 09:30 – Palestra: “Cibernética”, pelo general de brigada Paulo Sérgio Reis Filho, comandante do Centro de Defesa Cibernética (CDCIBER);
  • 10:15 – Palestra “Geopolítica no espaço cibernético”, pelo general de brigada R/1 Wilson Mendes Lauria, diretor da Aware Consultoria em Defesa, Segurança e Inteligência;
  • 11:00 – Palestra “Princípios básicos da simulação: fidelidade, abstração e
    integração de simuladores
    ”, pelo coronel de Artilharia Sérgio Martins Rocha, assistente da Chefia de Preparo da Força Terrestre;
  • 13:30 – Palestra “A Logística militar atual do Departamento de Defesa Americano e OTAN e os processos entre as especificações da série S (ILS) S1000D”, pelo coronel de Cavalaria R/1 Hiram Neves de Aguiar e Souza, diretor da Log Builder;
  • 14:15 – Palestra “Projeto de pesquisa de Jogos/Simulações/IA do Centro de Estudos Estratégicos da Escola Superior de Guerra”, pelo coronel Aviador R/1 FAB Waldir Galluzzi Nunes, membro do Corpo Permanente da Escola Superior de Guerra (ESG);
  • 15:00 – Palestra “Economia de defesa e indústria de defesa – Estudos de caso: ENGESA, Embraer e a Indústria de Defesa Argentina”, pelo professor doutor Sergio Kostin, professor titular da Escola Superior de Guerra (ESG);
  • 15:45 – Palestra “SISFRON – Histórico, visão geral do programa e status Atual; suas
    Próximas Fases
    ”, pelo general de brigada R/1 Sérgio Luiz Goulart Duarte, gerente do Programa Estratégico SISFRON.

DIA TRÊS – 26 de novembro

Auditório VERDE  (CSTM)

  • 09:30 – Palestra “Covid 19 e a Indústria de defesa”, pelo general de divisão R/1 Luis Antônio Duizit Brito, da Secretaria de Produtos de Defesa do Ministério da Defesa;
  • 10:15 – Palestra “Small UAV swarm precise localization, identification and tracking of radar and radiofrequency sources”, pelo doutor Carlo Simotti, diretor presidente da Sigma Integrated Systems;
  • 11:00 – Palestra “Naval defense system against sea skimmer missiles”, pelo doutor Mauro Peccini, diretor da Sigma Integrated Systems;
  • 13:30 – Palestra “O Papel da Inovação no desenvolvimento e certificação de software de aeronaves militares”, pelo professor doutor Johnny Marques (ITA);
  • 14:15 – Palestra “Sistema de aeronave remotamente pilotada”, pelo tenente coronel de Infantaria Leonardo Gomes Saraiva, do Programa Estratégico do Exército Obtenção da Capacidade Operacional (OCOp).
  • 15:00 – Painel “Espaço, segurança e soberania nacional”, com o deputado Federal Luiz Philippe de Orleans e Bragança e deputado Federal major Vitor Hugo;
  • 16:00 – Painel “Space Business, Como o Brasil Pode Entrar Neste Negócio?”, com o deputado Federal Eduardo Bolsonaro e o brigadeiro do ar R/1 José Vagner Vital;

Auditório AZUL (CSTM)

  • 09:30 – Palestra “Centro Espacial do ITA: capacitação, exploração e inovação”, com o professor doutor Christopher S. Cerqueira (ITA-CEI);
  • 10:15 – Palestra “Incentivos fiscais disponíveis para a Base Industrial de Defesa”, com a doutora Ana Clarissa Masuko;
  • 11:00 – Palestra “Soluções digitais em cloud para defesa”, com Rodrigo Assad, CTO da Ustore;
  • 13:30 – Palestra “Contribuições do Projeto GRIPEN para a BID”, pelo coronel aviador (R1) FAB Júlio César Cardoso Tavares;
  • 14:15 – Palestra “Inspeção de PAPI usando drone”, pelo major engenheiro Gabriel Dietzsch (IEAV);
  • 15:00 – Palestra “A Revolução da computação quântica – Como o Brasil entra no jogo?”, pelo professor Celso Villas Boas, da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

6 Comentários

      • Nada disso. Uma coisa é a modernização do Cascavel, outra coisa é o Programa VBC Cav do Exército Brasileiro que está mais ativo do que nunca. Os bastidores está pegando fogo! Creio eu, e, se o Bastos puder acrescentar ou me corrigir, já estamos na etapa final dos finalistas que pode sair até o final deste ano.

        • Pode esquentar quanto quiser. Sem dinheiro, sem negócio, simples assim. E a propósito, a pouco foram entregues as propostas, tem muiiiito tempo e análise pela frente e até talvez um BAFO.

  1. O Tanque MBT T-90 russo serviria para o Brasil?

    Mesmo o T-90 russo nos servindo bem, eu preferia que o Brasil desenvolvesse seu próprio MBT.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here