Sinal de alerta na Força Aérea Brasileira: Gripen e KC-390 ameaçados? (CREDN)

36
125942
Pela Força Aérea, participaram o Chefe do Estado Maior da Aeronáutica (EMAER), Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos Augusto Amaral Oliveira, e o Presidente da Comissão Coordenadora do Projeto Aeronave de Combate (COPAC), Brigadeiro do Ar Valter Borges Malta.

por Roberto Caiafa

Na manha desta quarta feira (18/09), oficiais do alto escalão da Força Aérea Brasileira, atendendo ao convite da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CREDN), apresentaram um detalhado raio-x dos Programas Estratégicos da corporação na Câmara dos Deputados em Brasília (DF).

A sessão, presidida pelo deputado Eduardo Bolsonaro, foi transmitida ao vivo pela Youtube.

Seu conteúdo foi, para dizer o mínimo, chocante na maior parte do tempo e decepcionante em alguns momentos, não pela Força Aérea, mas pelo descaso evidente das forças políticas com relação a Defesa Nacional, o que refletiu-se inclusive no comportamento disperso de boa parte dos parlamentares presentes a sessão.

O Chefe do Estado Maior da Aeronáutica (EMAER), Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos Augusto Amaral Oliveira.

Pela Força Aérea, participaram o Chefe do Estado Maior da Aeronáutica (EMAER), Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos Augusto Amaral Oliveira, e o Presidente da Comissão Coordenadora do Projeto Aeronave de Combate (COPAC), Brigadeiro do Ar Valter Borges Malta.

O Presidente da Comissão Coordenadora do Projeto Aeronave de Combate (COPAC), Brigadeiro do Ar Valter Borges Malta.

O primeiro programa apresentado, do caça F.39 Gripen E/F, descrito como peça fundamental para a Defesa Aérea do Espaço Aéreo brasileiro, encontra-se bastante pressionado pelos cortes orçamentários e, segundo Malta, pode ter seu cronograma industrial e de entrada em serviço afetado já a partir de 2020.

O programa de 36 aeronaves já foi readequado (atrasado) uma vez, com as entregas começando em 2021 e terminando em 2026.

Cronograma de entregas do Gripen para a FAB.

A cadência planejada pela FAB é de uma aeronave em 2019 (testes de voo), quatro aeronaves em 2021, sete exemplares em 2022, seis em 2023, oito em 2024, nove aeronaves em 2025 e finalmente duas aeronaves em 2026.

28 monopostos e oito bipostos, totalizando 36 aviões.

Deste total, as primeiras 13 células serão integralmente fabricadas na Suécia, e a partir daí, a fábrica SAM em São Bernardo do Campo e a Embraer em Gavião Peixoto entram progressivamente na produção.

A seguir, oito aeronaves serão iniciadas na Suécia e posteriormente concluídas no Brasil pela Embraer com participação da SAM.

As últimas 15 aeronaves serão produzidas no Brasil, os trabalhos começando na Embraer/SAM e sendo finalizados em Gavião Peixoto, incluindo aí a capacitação de pessoal de voo e de solo, a entrega de dois simuladores, equipamentos de apoio em solo, qualificação de pilotos e mecânicos e demais testes e ações de treinamento de pessoal.

O cronograma de desembolsos do Programa Gripen até 2022: redução preocupante.

A PLOA 2020 já apresenta uma defasagem de valores previstos, atrapalhando significativamente o financiamento internacional do contrato, e pior, podendo atrasar em dois anos a cadência de entregas, que necessitaria ser extendida até 2028.

O cronograma de desembolsos para honrar o financiamento prevê para 2020 um valor de R$ 1,55 bilhões, no entanto, e de forma preocupante, o Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) 2020 só aloca R$ 643 milhões, ou seja, menos da metade do necessário planejado. 2021 precisa de outros R$ 2,5 bilhões e 2022 R$ 2,6 bilhões.

O segundo programa apresentado, do KC390, também desnudou um panorama preocupante de atrasos e cortes orçamentários, com claros reflexos nas capacidades da Força.

Aeronave multimissão de transporte, moderna e extremamente bem equipada, o KC390 agrega valor na Aviação de Transporte na medida que faz mais do que qualquer aeronave concorrente do mercado (leia-se Super Hercules C-130J da Lockheed) custando menos e entregando mais, de capacidade de carga e velocidade a automação de sistemas e facilidade de manutenção.

O amplo leque de missões do KC390.

O programa, que já passou por dois atrasos significativos, previa a primeira entrega para o ano de 2016, mas isso só aconteceu recentemente, no dia quatro de setembro de 2019, em cerimônia realizada na ALA 2 (Anápolis). Mais uma aeronave deverá ser entregue ao final do ano, sendo este o exemplar que voou sobre Brasília no Sete de Setembro.

Em 2020, 2021 e 2022 serão entregues mais três exemplares/ano, em 2023 quatro, em 2024/2025 cinco por ano e 2026 fecha o planejamento com três unidades. Para 2020, assim como no caso do Gripen, o PLOA é extremamente preocupante, pois enquanto a Aeronáutica trabalha com uma previsão orçamentária de R$ 1,06 bilhões a proposta em discussão no Congresso prevê o repasse de apenas R$ 439 milhões, mais uma vez, menos da metade do previsto pela Aeronáutica de acordo com os contratos assinados. 2021 demandaria outros R$ 1.06 bilhões, enquanto 2022 demandaria mais R$ 1.03 bilhões, segundo o planejamento da FAB.

A situação de 2020 é particularmente perigosa por que, além do comprometimento das entregas, a falta dos valores planejados pela FAB, que garantiriam a conclusão do desenvolvimento do avião, este alcançando sua operacionalidade plena em todos os tipos possíveis de missões, poderiam influir negativamente no apelo comercial do avião, afetando assim as negociações com novos operadores, e sabe-se que alguns países além de Portugal, 1º cliente internacional, vem mantendo conversações com a Embraer Defesa e Segurança na firme intenção de adquirir o modelo.

O cronograma de entregas do KC-390 deverá se extender até 2026.

Se o pior cenário tornar-se realidade, e as previsões de baixa dos valores exibidos pela PLOA 2020 se confirmarem, isso causará uma repactuação dos programas, com a consequente necessidade de correção dos valores financiados, onerando o Tesouro Nacional no médio prazo e, uma situação inaceitável, prejudicando o posicionamento do Kc-390 no mercado internacional.

Sabidamente, o KC-390 é um “game changer” pois não existe hoje no mercado internacional uma aeronave de transporte militar a reação na casa de 26/29 toneladas com desempenho similar ao avião da Embraer Defesa e Segurança. Seria decepcionante ver o projeto, de excelência reconhecida, perder janelas de oportunidades de negócios em 2020 devido a falta de seriedade das autoridades na percepção da importância do programa para o Brasil e para sua balança comercial de exportações.

A situação financeira do Programa KC-390 é extremamente preocupante para 2020.

Lembrando que, se o avião tivesse sido entregue em 2016, como originalmente planejado, poderia ter participado da concorrência aberta pelo Canadá naquele ano para a aquisição de uma aeronave transporte multifunção moderna, com chances claras de vencer o certame.

Essa é uma experiência negativa que a Embraer Defesa e Segurança não quer nem ouvir falar, e com toda a razão.

Por fim, percebe-se que 2026 é um ano chave para as metas da Aeronáutica, pois somente daqui há sete anos incompletos a Força Aérea poderá focar recursos para outras aquisições ou colocar encomendas de um provável 2º lote de caças Gripen.

Quem viver verá.

36 Comentários

  1. O descuido com nossa segurança territorial faz parte do projeto GRAMSCI de destruir as bases atuais do Estado Brasileiro. Fortalecendo o país comunista que se ergue ao norte, este com forte apoio da Rússia e da China. Os congressistas que atacam nossas FFAA devem ser considerados traidores. É condenados com pena máxima.

    • Quanta imbecilidade… Culpa exclusiva dos próprios militares, que apoiam de forma ignóbil, esse imbecil que és encontra na presidência.
      Traidor é esse governinho de merda, que já começou doando aos EUA, A única empresa de alta tecnologia brasileira, de maio beijada. Aí está o atraso!
      Mas dementes como você, não enxerga isso!

  2. Eu já acho que a FAB tem que pressionar mesmo. Sei que haverá contingenciamentos em todas as áreas, pena o Judiciárioe o Legislativo não cortarem na carne tb. Mas tb acho que haverá descongenciamento aos poucos. Essa é a herança populista e irresponsável que o novo Governo terá que solucionar, não há almoço gratis!

  3. Não tenho dúvida que isso foi uma estratégia armada pela esquerda, anos atrás para deixar o Brasil vulnerável para nossa defesa contra inimigos comunistas e socialistas por exemplo, um absurdo total, concordo com o Ronaldo, esses políticos podres, deveriam ser presos e tratados como traidores da pátria.

    • Eu não tenho dúvidas de que você é um completo imbecil!
      Isso é a prova da incompetência de governinho de merda que vc votou.
      Você, caiu no conto do vigário e não se dá conta. O Brasil ainda vai se ferrar muito por dementes como você e esse Bolsominions imbecis!

      • Smith, Pepê ou seja lá qual for a sua identidade, já que Imbecis de verdade não se apresentam de verdade, respondemos a sua nefasta e inútil participação aqui da seguinte maneira:
        IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU!

        Viu como é fácil?

        Tenta agora ser inteligente, se é que você possui cortex cerebral.

        IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU!

  4. Arrumar 1bi pra força aérea? Impossível!!!
    Acrescentar mais 3bi pra fundo eleitoral? Tranquilo, eh o preço da democracia.

  5. Estes políticos FDPs são traidores da pátria, nenhum deles se importam com o país! São mercenários, só se importam com os seus próprios interesses! O fundo partidário vai abocanhar na faixa dos 3 bilhões de reais, e essa montanha de dinheiro público será torrada em benefício próprio! A democracia brasileira não funciona!

  6. Apenas com o uso adequado do famigerado fundo partidário o problema das FFAA estaria resolvido com folga.
    Tem muito dinheiro no Brasil, o problema é que quem decide seus destinos são as “vossas excelências” com toda sua capacidade intelectual e competência.

  7. Estou surpreso com essa notícia já que o CECOMSAER – Centro de Comunicação Social da FAB em sua página datada de O1/12/2016, afirma que o financiamento da compra seria de 100% do valor financiado, sem necessidade de pagamento de sinal, e com o pagamento efetivo do total somente após o recebimento da última aeronave!

    Confira a notícia:

    http://www.fab.mil.br/noticias/mostra/28513/FINANCIAMENTO%20–%20“Devemos%20seguir%20modelo%20utilizado%20na%20aquisição%20do%20Gripen”,%20diz%20FIESP

  8. Pq não pegar o dinheiro do maldito fundo partidário que é mais do que precisamos para concluir as etapas faltantes.
    Pra gastar com essa putaria de propaganda partidária tem dinheiro, pra investir em educação, saúde e defesa não tem dinheiro
    Galera, é bom abrir o olho nas próximas eleições e fazer mais do que simplesmente votar, tem que vestir a camisa de um cara decente e fazer boca de urna pra tentar colocar senadores e deputados alinhados com as necessidades do povo.
    Tirar todos esses bandidos togados, e bandidos do senado e da câmara fora!
    Ou fazer uma reforma na base da bala!!
    Mandar um por um conversar com o demônio.

      • Smith, Pepê ou seja lá qual for a sua identidade, já que Imbecis de verdade não se apresentam de verdade, respondemos a sua nefasta e inútil participação aqui da seguinte maneira:
        IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU!

        Viu como é fácil?

        Tenta agora ser inteligente, se é que você possui cortex cerebral.

        IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU!

  9. Faz arminha q passa. Paulo Guedes é um incompetente q disse q em junho/julho o país estaria deslanchando, mas q até agora não apresentou um plano para nos tirar do atoleiro. Acho q é melhor chamar o Meireles! Esse governo está perdido repleto de incompetentes, desde o presidente, e em 2020 ficará pior com esse lunático atirando para todos os lados contra nossos parceiros comerciais para deixar contente meia dúzia de fazendeiros e garimpeiros.

  10. Tira a verba do fundo partidário, que é uma mazela para a nação, e que vem crescendo como se fosse prioridade, o que é uma inverdade! Os programas destas aeronaves, são de SUMA importância para a soberania do país, que já envolveram altos estudos e custos, que não tem e NÃO DEVE serem novamente MUTILADOS, sob pena de PERDAS IRREPARÁVEIS de credibilidade no cenário mundial e de financeiras
    e de soberania no cenário nacional. Façam uma enquete e o povo dará o norte acertado!

  11. Lamentavel: entregam a EMBRAER e sabotam o programa Grippen. O que esse governo quer? Entregar nossa defesa aerea à USAF?
    TRAJANO RIBEIRO Advogado.

  12. O problema se chama divida interna e isso impacta e muito no orçamento da uniao,primeiro devemos construir uma base parlamentar voltada e com conhecimento sobre defesa e suas necessidades,sem esta base parlamentar o sentimento revanchista e o outro sentimento de medo pelo aparelhamento das forças armadas irão continuar,e sempre teremos noticias de pesqueiros Brasileiros sendo ameaçados por pesqueiros chineses e no norte o tresloucado que preside um pais que pode incendiar um continente,sem os meios o discurso Brasileiro sera sem colocar panos quentes.

  13. Entregaram a EMBRAER e querem sabotar o programa GRIPEN. Certamente querem deixar nossa defesa aerea a cargo da USAF.Governo traidor.

    • Entregaram a Embraer? Quem “entregou” a Embraer?? E a Bombardier? Também foi “entregue”pelo governo canadense??Tenha paciência! Vai estudar o tema antes de falar uma asneira desse calibre!!! Governo traidor é quem manda o dinheiro que não temos para os comparsas criminosos das conhecidas ditaduras! É cada uma…

  14. Tem que cortar os benefícios desses políticos, e dar esses benefícios ao povo, assim a verba até sobra, tudo pra eles e nada pra defesa do povo.

  15. Entregaram a Embraer? Quem “entregou” a Embraer?? E a Bombardier? Também foi “entregue”pelo governo canadense??Tenha paciência! Vai estudar o tema antes de falar uma asneira desse calibre!!! Governo traidor é quem manda o dinheiro que não temos para os comparsas criminosos das conhecidas ditaduras! É cada uma…

    • Deixe de ser imbecil!
      Dê uma olhada no acordo da Bombardier com a Airbus, e olhe a doação da Embraer…
      Completamente diferente. Os empregos no Canadá estão garantidos, só contrário da nova Boeing Brazil, já q será quase tudo transferido para os EUA!

      • Smith, Pepê ou seja lá qual for a sua identidade, já que Imbecis de verdade não se apresentam de verdade, respondemos a sua nefasta e inútil participação aqui da seguinte maneira:
        IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU!

        Viu como é fácil?

        Tenta agora ser inteligente, se é que você possui cortex cerebral.

        IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU! IMBECIL és TU!

  16. É um excelente Avião com bastante potencial de desenvolvimento futuro tem muitas capacidades de ataque e defesa e equipamentos de top para o mais variados tipos diferentes tarefas , conclusão um Avião de preço, qualidade muito Bom adaptado a realidade econômica BRASILEIRA seria ESTÚPIDO DESTRUIR um PROJETO TÃO BOM,mas isto tem merdas dos americanos querem destruir o negócio o vosso Presidente é um CABRAO traidor…

  17. O problema de verbas para as FFAA ‘s sempre existiu, seja o governo de esquerda ou de direita, e sempre os políticos de plantão – independente de partido político – tentam emperrar essas verbas para gastarem em suas maracutaias. Enquanto as forças armadas brasileiras não pressionarem para valer o Congresso e o Governo Federal , ficará sempre na mesmice de sempre: a cada ano mais cortes de verbas.
    Já perdemos a moral política lá fora por causa desse governo, agora perderemos a moral por cortes de verbas das FFAA’s ?

  18. O problema de verbas para as FFAA ‘s sempre existiu, seja o governo de esquerda ou de direita, e sempre os políticos de plantão – independente de partido político – tentam emperrar essas verbas para gastarem em suas maracutaias. Enquanto as forças armadas brasileiras não pressionarem para valer o Congresso e o Governo Federal , ficará sempre na mesmice de sempre: a cada ano mais cortes de verbas.
    Já perdemos a moral política lá fora por causa desse governo, agora perderemos a moral por cortes de verbas das FFAA’s ? Até quando isso vai durar?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here