Projeto Fênix: Consub SICONTA MK II será modernizado (FCN).

0
1950
A Consub é classificada como Empresa Estratégica de Defesa (EED), pelo Ministério da Defesa brasileiro.
  • CONSUB e Marinha do Brasil assinam Termo Aditivo ao Contrato de modernização do SICONTA MK II das Fragatas da Classe Niterói 
  • Assinatura irá acelerar o Projeto ‘Fênix’, que prevê a atualização do Sistema de Gerenciamento de Combate de três Fragatas 

A CONSUB – Soluções em Tecnologia e da Marinha do Brasil assinaram Termo Aditivo ao contrato de modernização do SICONTA MK II das Fragatas da Classe Niterói (FCN).

O texto foi publicado no Diário Oficial da União, do dia 7 de novembro de 2018.

O contrato, que faz parte do Projeto ‘Fênix’, prevê a atualização, por parte da CONSUB, do hardware e do software do Sistema de Gerenciamento de Combate de três Fragatas. A assinatura irá acelerar esse projeto, que teve seu cronograma ajustado e tem a duração prevista de três anos.

A CONSUB é a única Empresa Estratégica de Defesa com experiência em desenvolvimento, instalação, testes e operação em Sistemas de Gerenciamento de Combate Naval, tendo sido responsável pela última modernização das FCN.

As atualizações proporcionarão à Marinha o prolongamento da vida útil dos principais navios escolta da Esquadra Brasileira.

Sobre a Consub

Criada em 1980, a Consub é uma empresa brasileira especialista em Sistemas de Defesa, referência no desenvolvimento de soluções em tecnologia e integração de sistemas navais no Brasil.

Tem quase 40 anos de atuação e há 20, produz os Sistemas de Controle Tático e de Armas dos navios de superfície.

Desde 2017, é parte do Grupo ATP, que conta com 25 anos de experiência e controla empresas de energia, infraestrutura, engenharia, arquitetura e imobiliária.

A certificação faz parte da Estratégia Nacional de Defesa do Brasil, que visa a modernização e o fortalecimento das Forças Armadas Brasileiras, ou seja, a segurança do país.

Para obter o título, a empresa passou por avaliações criteriosas e comprovou dispor de conhecimento de tecnologias essenciais para a manutenção da soberania nacional.