KC2 Voyager da RAF no Brasil: Substituto para o Boeing 767 do Corsário?

14
6486
Segundo fontes próximas ouvidas pela reportagem com relação a presença da aeronave, tratar-se-ia de uma ação conjunta da Airbus Military e Governo Britânico através do Department for International Trade Defence & Security Organization (DIT DSO) para promover o avião no Brasil. (Foto: Felipe Caixeta).

Chegou ao Brasil neste sábado (04/05) uma aeronave Airbus A330 MRTT (KC2 Voyager na Royal Air Force – RAF). O avião bimotor pousou no Aeroporto Internacional de Brasília no final da tarde, sendo imediatamente fotografada por inúmeros spotters.  A aeronave participará de uma série de treinamentos conjuntos pela América do Sul (aproveitamento de missão) em sua viagem rumo aos Estados Unidos.

Segundo fontes próximas ouvidas pela reportagem com relação a presença da aeronave, tratar-se-ia de uma ação conjunta da Airbus Military e Governo Britânico para promover o avião no Brasil.

Essa ação seria no sentido de realizar uma demonstração em voo das capacidades da aeronave para a Força Aérea Brasileira, inclusive com a realização de missão REVO junto aos caças Northrop F-5EM/FM (voo ainda não confirmado).

Foto: Felipe Caixeta.

Segundo essas mesmas fontes, a aeronave estaria sendo demonstrada por uma iniciativa da própria RAF, já que poderia substituir com inúmeras vantagens o Boeing 767 arrendado da COLT Aviation, mantendo a capacidade de carga existente no Esquadrão Corsário e expandindo o envelope operacional com capacidade REVO tática para operações dos esquadrões de caça e ataque, e estratégica para apoio em rotas longas/traslados.

Na próxima segunda-feira haverá um briefing para autoridades militares brasileiras em Brasília, patrocinado pela RAF e DSO. Nesse briefing serão apresentadas as capacidades da aeronave (trata-se de uma troca de experiências ofertada pelos britânicos, e não um pedido formal da FAB).

Todos os envolvidos entendem que não há no momento uma concorrência aberta pela Força Aérea Brasileira para adquirir ou alugar uma aeronave de transporte e reabastecimento em voo, mas ninguém ignora que o contrato da Colt Aviation com a FAB está próximo do seu término.

Multi Role Tanker Transport

Foto: Thiago Pereira Machado

O Voyager foi fornecido pela Airbus Military à  Air Tanker Services, empresa  criada para  operar e dar apoio a estes aviões em favor do Ministério da Defesa  (UK Ministry of Defence) dentro do Programa  Future Strategic Transport Aircraft, criado no final de 2011.

A AirTanker é um consórcio de especialistas líderes em Aeronáutica e Defesa que reúne a Babcock, a Cobham, o Airbus Group, a Rolls-Royce e a Thales.

Operando de forma silenciosa e eficiente a partir da RAF AFB Brize Norton, a Air Tanker oferece uma capacidade única de reabastecimento aéreo e transporte para as Forças Armadas do Reino Unido e seus parceiros globais.

A aeronave Voyager representa um novo padrão em tecnologias de aviões tanque/carga/transporte de passageiros/capacidade aeromédica.

A Airbus Military forneceu 14 aeronaves transformada para a AirTanker, seja a partir de Getafe, (Espanha), ou a partir das instalações da Cobham (UK).

A frota compreende uma força central de nove exemplares “fixos”, mais uma ‘frota de substitutos’ com cinco aeronaves que tanto podem ser alugadas a companhias aéreas civis como podem retornar imediatamente ao serviço militar em caso de necessidade.

T&D agradece aos spotters Thiago Pereira Machado e Felipe Caixeta pela cessão das fotos.

14 Comentários

  1. O Brasil realmente esta necessitando de suporte para as aeronaves brasileiras. Se realmente a VOYAGER, tem toda esta capacidade tecnológica, espero que os paises interessados fechem contrato e que sejamos bem servidos.

    • São aeronaves de categorias e funções distintas. O A330MRTT é uma aeronave de transporte e reabastecimento estratégico, com grande capacidade de carga e raio de ação. o KC-390 é uma aeronave de transporte tático, multipropósito e que nem sempre estará configurada com capacidade REVO (para reabastecer outras aeronaves). O A330MRTT estará, sempre, configurado para esta missão, bastando apenas encher seus tanques de combustíveis para tal, mantendo a capacidade de transporte de carga e tropas.

  2. Seria uma excelente solução para a FAB. Esses aviões fazem voos regulares de reabastecimento às Falklands. Tomara que se concretize a aquisição.

  3. Seria uma ótima troca … pois ele não serve apenas pra transporte de tropas … mas tb serviria pra reabastecimento em voo como tb o transporte presidencial de longas distancias como acontece na Inglaterra … então teria varias formas de usa-los … e como o Brasil quer participar mais de forças de Paz da ONU … ter pelo menos 3 deles seria a medida certa por muitos anos !!!!

  4. RAF +AIRBUS & PROGRAMA KX-C2. o KX-C2 foi a tentativa da FAB de ter 3 jatos de passageiros 767, com capacidade transoceânica, usados e convertê-los para padrão REVO. Os 3 foram abandonados em Israel onde seriam convertidos para o padrão da FAB.
    Agora a RAF enviou a Brasília uma aeronave com capacidade REVO da Airbus A330 MRTT como demonstração em plena crise fiscal.
    Esse e o programa FX-3 são essências a FAB além do superfaturado Gripen. Sem reforma da previdência nada será comprado e novo nem pensar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here