Blindado de separatistas russos é destruído por ATGM Stugna-P ucraniano (vídeo).

1
1886
O míssil anti-carro ucraniano STUGNA-P é capaz de destruir alvos blindados em todas as condições do terreno e em várias condições climáticas.

Militares ucranianos destruíram um veículo de combate das forças de ocupação russas, juntamente com sua tripulação, segundo nota publicada pelo Estado Maior das Forças Armadas Ucranianas.

“Em 5 de fevereiro, sob a cobertura de morteiros, mercenários russos, usando um veículo de combate blindado, tentaram aproximar-se das posições avançadas dos defensores ucranianos, logrando inclusive tomar um posto de observação na área de Sokilnyky-Krymske na região de de Luhansk”, diz o relatório.

Segundo o documento, a fim de repelir o ataque, as tropas ucranianas usaram armas leves e uma unidade antitanque, que lançou um míssil guiado antitanque Stugna-P (de fabricação ucraniana) no veículo blindado do inimigo, destruindo-o junto com a tripulação.

Os operadores filmaram a tela do computador de controle de tiro e guiamento, anexo ao sistema, e postaram o vídeo na internet. É possível observar a aquisição do alvo, o disparo, o voo do míssil e o impacto no blindado russo.

ATGM made in Ucrânia

O Stugna-P é um sistema de mísseis anti-tanque guiado (ATGM) projetado e fabricado na Ucrânia.

Esse ATGM foi desenvolvido pela agência de design Luch, com sede em Kiev, para competir com modelos estrangeiros da mesma classe.

O Stugna-P é capaz de destruir alvos aéreos de baixa altitude e movimentos lentos (helicópteros).

O sistema guiado por laser tem um alcance prático de 4.000 metros e pode penetrar em blindagem de até 800 milímetros de espessura.

A faixa de temperatura de operação é de – 40 ° a + 60 °.

O míssil anti-carro ucraniano é capaz de destruir alvos blindados em todas as condições do terreno e em várias condições climáticas.

Uma guerra esquecida que não para…

Militantes separatistas lançaram 11 ataques contra posições ucranianas na área da Forças de Operações Conjuntas (JFO) no Donbas no último dia seis de fevereiro.

“Em particular, o inimigo disparou lançadores de granadas automáticas e metralhadoras pesadas nas tropas ucranianas perto de Lebedynske (16 km a nordeste de Mariupol), lançadores de granadas – fora de Pavlopol (30 km a nordeste de Mariupol), morteiros de 82mm – fora de Pisky. a oeste de Donetsk), lançadores de granadas automáticos e metralhadoras pesadas – perto de Vodiane (a 16 km a noroeste de Donetsk) ”, informa o centro de imprensa da sede da JFO.

Além disso, separatistas russos usaram lança-granadas, metralhadoras pesadas e armas de pequeno porte para bombardear posições ucranianas perto de Krymske (a 42 km a noroeste de Luhansk), lançadores de granadas automáticas – fora de Vilne (70 quilômetros a sudoeste de Donetsk), lançadores de granadas de vários sistemas, metralhadoras pesadas e armas pequenas – fora de Pivdenne (40 km a nordeste de Donetsk), morteiros de 82 mm – fora de Zhovanka (parte controlada pelo governo de Zaitseve).

Esse é o relatório de um dia de hostilidades.

1 Comentário

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here