Visão Termal torna possível Exército apreender drogas na fronteira Brasil Peru Colômbia

  • Apreensão de drogas e Tracajás no Rio Japurá (Vila Bittencourt/AM) durante tentativa de furo a bloqueio noturno fluvial montado pelo 3° Pelotão Especial de Fronteira (3º PEF-CFSol/8ºBIS).
Infantaria de Selva: tecnologia faz a diferença no patrulhamento das fronteiras.

Na madrugada do último domingo (28/01), durante a realização do PCIFlu (patrulha fluvial), foi avistada pela guarnição de serviço, através do emprego de óculos com visão termal, uma embarcação com três suspeitos passando a remo (sem motor – modo silencioso) em frente ao 3° PEF, sentido Japurá, por volta das duas da madrugada.

Quase uma tonelada de Skunk apreendido. Pelo valor de mercado, essa apreensão já pagou o investimento em óculos de visão termal.

Os criminosos confiaram na escuridão para passarem desapercebidos. Com a tecnologia de visão termal, foram detectados com facilidade e imediatamente a patrulha entrou em ação.

Ao ouvirem as embarcações (voadeiras) do Exército Brasileiro (EB) aproximando-se para interceptação, os suspeitos abandonaram o barco e evadiram-se pela mata.

Os militares do EB aguardaram em uma posição distante para verificar se os suspeitos retornariam, monitorando as margens do rio pelo equipamento termal.

Optrônicos de visão noturna/termal também podem apontar designadores laser, entre outras funcionalidades. O modelo usado pelo 3º PEF é do tipo CORAL-CR, fabricado no Brasil pela AEL Sistemas em Porto Alegre (RS).

Após 10 (dez) minutos de espera, ainda no leito do rio, os suspeitos retornaram para o bote e tentaram retrair em direção ao Rio Caquetá.

Nesse momento, a patrulha fluvial interceptou a embarcação realizando disparos de advertência. Os suspeitos lograram fugir sem reagir. O barco ficou à deriva e foi capturado, sendo trazido até o 3º PEF.

Bote apreendido transportando drogas com três ocupantes: cena se repete diariamente nas fronteiras.

Foram apreendidos cerca de 919,70 Kg de droga tipo SKUNK (maconha com alto teor concentrado de THC), uma embarcação de madeira, um motor de popa Mercury de 15 hp, três quelônios do tipo Tracajá (tartarugas) e itens diversos como galões de combustível, comida, remos, fogão portátil, etc.

Comando de Fronteira Solimões / 8° Batalhão de Infantaria de Selva  (CFSOL/8° BIS)

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) planeja testar uma das mais avançadas tecnologias de imageamento por satélite. Isso será...

A IACIT fortaleceu sua posição no mercado ao estabelecer uma colaboração estratégica com a Omnisys Engenharia, subsidiária da Thales, e a Meteomatics,...

A MBDA assinou uma emenda contratual com a Organização para Cooperação Conjunta em Armamento (OCCAR) para aumentar as capacidades técnicas...

A equipe de Tecnologia & Defesa esteve a bordo do super navio-aeródromo USS George Washington (CVN 73), um navio de...

Comentários

DISPONÍVEL