Uruguai prepara Lei do Tiro de Destruição

Imagem 2 FAU-Tiro de Destruição
Cessna A-37B Dragonfly da FAU (Imagem: Força Aérea do Uruguai)

O ministro da Defesa do Uruguai, Eleuterio Fernandez Huidobro, anunciou ontem que está preparando uma lei que permita à Força Aérea do Uruguai (FAU) derrubar aeronaves que representem uma ameaça ao país.

A nova lei está sendo revisada pelo Ministério da Defesa para harmoniza-la com regras nacionais e internacionais sobre o assunto e posteriormente será discutida e precisará ser aprovada no Parlamento.

Uma vez implantada, a Força Aérea do Uruguai necessitará de um moderno modelo de aeronave de combate para cumpri-la. Atualmente, a FAU opera cerca de uma dezena de jatos Cessna A-37B Dragonfly, três IA-58 Pucará e cinco Pilatus PC-7, que possuem limitações nas suas capacidades de interceptação.

A ‘Lei do Tiro de Destruição” ou “Lei do Abate” está em vigor no Brasil desde março de 1998. Outros países da América Latina também adotaram o procedimento para controlar o crescimento das atividades ilícitas que dominam o continente, como por exemplo, o tráfico de drogas.

Ivan Plavetz

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

A Comissão do Exército Brasileiro em Washington (CEBW) publicou, na última sexta-feira, dia 19 de abril, um pedido de cotação...

O crescimento da Base Industrial de Defesa e Segurança Pública (BIDS) torna esse setor ainda mais estratégico e relevante para...

Em comemoração a semana do Exército, o Comando Militar do Sudeste (CMSE) está organizando uma série de eventos na Capital Paulista,...

O Ministério da Defesa (MinDef), por meio da Secretaria de Produtos de Defesa (SeProD), acompanhou, entre os dias 15 a...

Comentários

DISPONÍVEL