Sistema de autoproteção da Airbus para MBTs do Reino Unido

0
2300
Sistemas de autoproteção ativa MUSS serão integrados em carros de combate Challenger 2 do Reino Unido. (Imagem: BAE Land Systems)

A divisão Electronics and Border Security (EBS) da Airbus Defence & Space, futuramente HENSOLDT, firmou contrato com a britânica QinetiQ Ltd para fornecer sistemas de autoproteção para carros de combate baseados no MUSS (Multifunctional Self-protection System) da EBS.

Esses sistemas serão avaliados pelo Laboratório de Ciência e Tecnologia de Defesa (Dstl) no âmbito do programa “Medusa” lançado em nome do Ministério da Defesa do Reino Unido para analisar o Sistema de Proteção Ativa (APS conforme sigla em inglês).

O programa de avaliação técnica terá como finalidade quantificar os benefícios obtidos com o novo sistema frente a uma ampla gama de sistemas de armas, sendo que o programa incluirá a integração do MUSS em um carro de combate MBT Challenger 2 para demonstrar futuras potenciais capacidades.

Thomas Müller, CEO da Airbus D&S EBS, disse que o sistema MUSS é atualmente o mais avançado APS disponível no mercado, sendo integrado nos Veículos de Combate para Infantaria (IFV conforme sigla em inglês) PUMA da Alemanha, e que poderão servir para ampliar a capacidade de sobrevivência dos veículos de batalha britânicos tais como o Ajax, Warrior, Challenger 2 e o futuro Veículo de Infantaria Mecanizada do Reino Unido.

Conforme a fabricante europeia, o MUSS reduz drasticamente a probabilidade de uma viatura de combate ser alvejado por mísseis anti-carro guiados ou munições orientadas por laser, sendo ele segundo a EBS, o único operacional no mundo para veículos terrestres.

Ivan Plavetz