Realizada a usinagem das subseções cônicas do primeiro S-BR

A Itaguaí Construções Navais (ICN) realizou processo de usinagem de topo da Subseção TR 3, da Seção 2A, do primeiro submarino convencional S-BR destinado para a Marinha do Brasil. No total, estão previstos quatro deste modelo no PROSUB. O passo seguinte será a soldagem das cavernas com o revestimento do casco para posterior união a outra subseção, identificada como Subseção TR4.

De acordo com Luiz Carlos M. Brandão Jr, Gerente de Produção de Cascos Resistentes de Submarinos da ICN, a usinagem é um processo importante na montagem de uma subseção, pois trata-se de uma etapa de ajuste fino (faceamento) da chapa antes da soldagem. “Depois de retirado o material, caso alguma dimensão não esteja em conformidade com o projeto, a estrutura pode ficar comprometida, portanto, a usinagem prepara as subseções para soldagem de topo para perfeita união das seções”, esclarece.

A etapa é importante, pois engloba a execução da tecnologia absorvida na França, consistindo em mais um avanço recente do PROSUB.

As subseções TR4, TR3, TR2 e a TR1 são cônicas e estão localizadas na parte de ré do submarino. “O corpo do submarino tem forma cilíndrica, contudo, a extremidade de ré vai afunilando, com maior conicidade e menor diâmetro. Por isso o trabalho de usinagem é fundamental para que tudo saia perfeito para a soldagem”, reforça Brandão Jr.

Curso CIAMA

Devido à complexidade do projeto de construção de submarinos e seu ineditismo no Brasil, os profissionais da ICN participam do Curso de Submarinos para Engenheiros. Ministrado pela Marinha do Brasil, através do Centro de Instrução e Adestramento Almirante Attila Monteiro Aché (CIAMA), estão previstas duas turmas, sendo que a primeira teve início em meados de novembro. Ao todo são mais de 140 horas de aulas aplicadas ao longo de quatro semanas, compreendendo informações teóricas e atividades práticas.

Com o curso, os integrantes da ICN passam a ter uma visão geral da operação de um submarino, a partir do contato com submarinistas, de forma que eles possam compreender como a parte em que atuam na sua construção interage com as demais áreas. As aulas são divididas em cinco módulos.

Ivan Plavetz

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

Com o objetivo de desenvolver sistemas de alta tecnologia de propulsão e de  aeronaves não tripuladas, está sendo anunciada a...

De todas as novidades da FIDAE 2024, definitivamente a que mais surpreendeu o público não foi a vinda do caça...

A atuação dos drones na guerra entre a Rússia e a Ucrânia mudou os conceitos e doutrinas do atual cenário...

Durante a FIDAE 2024, a Boeing apresentou uma atualização do programa do avião de patrulha marítima P-8 Poseidon e os...

Comentários

EM BREVE