Catar paga parcela inicial para compra do Rafale

Aviões de combate Rafale da Força Aérea do Egito. (Imagem: Dassault Aviation)

Sete meses após a assinatura do contrato de compra referente a 24 aviões de combate Rafale da Dassault Aviation, o governo do Catar cumpriu o primeiro evento financeiro pagando a parcela inicial correspondente à parte do montante financeiro total do negócio, avaliado em US$ 7 bilhões. O repasse da parcela confirma o compromisso de compra e venda.

Eric Trapier, presidente da Dassault Aviation, disse que, considerando as demandas geradas pelo contexto geopolítico no qual o Catar está inserido, o país do Golfo Pérsico optou em se beneficiar das qualidades do Rafale da mesma forma como aconteceu nos últimos 40 anos através da aquisição de jatos Alpha Jet, Mirage F1 e Mirage 2000.

Após longo período formulando ofertas e desenvolvendo intensas negociações junto a potenciais clientes internacionais, em fevereiro deste ano o Egito tornou-se o primeiro cliente de exportação da Dassault para o caça francês, também adquirindo 24 unidades. Os três primeiros foram entregues em julho, a tempo de participarem das comemorações referentes à inauguração das obras de expansão do Canal de Suez.

As negociações com a Índia para fornecimento de 36 unidades passam por impasses notadamente em termos de offset (contrapartidas) comerciais e industriais. Vale lembrar que o Rafale foi declarado vencedor da bilionária concorrência MMRCA (Medium Multi-Role Combat Aircraft), que tinha por objetivo adquirir 126 novos aviões de combate para a Força Aérea da Índia. Porém, o governo de Nova Delhi cancelou a competição em julho.

Já extensivamente provado em combate, Rafales da Armée de L’Air (Força Aérea da França) participam ativamente das operações militares contra o grupo terrorista Estado Islâmico bombardeando posições dessa facção estabelecidas na Síria. Na última terça-feira (15), o Ministério da Defesa da França anunciou que, pela primeira vez, caças Rafale lançaram mísseis de cruzeiro Scalp da MBDA durante operações reais. A missão foi realizada contra posições terroristas no Iraque.

Ivan Plavetz

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

De todas as novidades da FIDAE 2024, definitivamente a que mais surpreendeu o público não foi a vinda do caça...

A atuação dos drones na guerra entre a Rússia e a Ucrânia mudou os conceitos e doutrinas do atual cenário...

Durante a FIDAE 2024, a Boeing apresentou uma atualização do programa do avião de patrulha marítima P-8 Poseidon e os...

Tecnologia nacional de ponta que impulsionará modernizará o treinamento militar Na última quinta-feira, dia 04 de abril, a ARES Aeroespacial e...

Comentários

EM BREVE