Operação Defesa Antiaérea III em Caxias do Sul

0
2004

O 3º Grupo de Artilharia Antiaérea (3º GAAAe) e a 6ª Bateria de Artilharia Antiaérea Autopropulsada (6º Bia AAAe/Ap) participaram entre os dias 28 de março a 01 de abril da Operação Defesa Antiaérea III, também denominada Operação Boca do Monte 2016.

O adestramento inclui operação de sistema de armas. (Imagem: Exército Brasileiro)

A operação, realizada no Rio Grande do Sul em conjunto com a Força Aérea Brasileira (FAB), consistiu no adestramento de todos os sistemas da artilharia antiaérea (sistema de armas, de controle e alerta, de comunicações e logístico) e serviu como preparação do Grupo para o cumprimento de sua missão durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016.

Concebida num quadro tático de defesa antiaérea da Base Aérea de Santa Maria, a operação contou com sobrevoos diurnos e noturnos das aeronaves do 1/12º GAv, Esquadrão Hórus, e do 1º/14º GAv, Esquadrão Pampa, localizados em Santa Maria e Canoas, respectivamente, proporcionando maior realismo e dinamismo, elevando o nível de dificuldade do exercício e cooperando com o adestramento do Grupo.

Durante a operação foi empregado o radar de vigilância aérea SABER M60 (Imagem: Exército Brasileiro)

O 3º GAAAe e 6º Bia AAAe/Ap operaram em conjunto com o 1º Grupo de Defesa Antiaérea da FAB, sediado em Canoas. Na ocasião, foram utilizados equipamentos modernos que fazem parte do Projeto Estratégico do Exército – Defesa Antiaérea, aumentando a velocidade e o sigilo das missões antiaéreas e contribuindo para o aumento das capacidades operacionais da organização militar.

Ivan Plavetz
Fonte:1ª Bda AAAe