Operação BRACOLPER 2016

0
1953

Os Navios Patrulha Fluvial (NPaFlu) Raposo Tavares (P21) e Amapá, o Navio de Assistência Hospitalar Carlos Chagas e um helicóptero UH-12 Esquilo do 3º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral (Esq HU-3), subordinados ao Comando do 9º Distrito Naval, suspenderam do Cais da Estação Naval do Rio Negro, em Manaus (AM), para realizarem a Operação BRACOLPER (Brasil-Colômbia-Peru) 2016. O Grupo-Tarefa é composto por 62 militares da Marinha do Brasil, além de um oficial destacado do Exército Brasileiro.

As 1ª e 2ª fases da Operação estão previstas para acontecer até o próximo dia 07 de agosto, nas cidades de Letícia (Colômbia) e Iquitos (Peru), por ocasião das comemorações da independência dos dois países, nos dias 20 e 28 de julho, respectivamente. A 3ª fase ocorrerá no Brasil, em Manaus, no próximo mês de setembro, por ocasião das comemorações da Independência do Brasil.

Diariamente estão sendo realizados exercícios operativos entre os navios com a finalidade de manter o adestramento das tripulações. Entre os principais eventos realizados destacam-se: Exercício de Leap Frog para adestramentos dos oficiais de manobra; transferência de carga; posto de abandono; homem ao mar; controle de avarias com a simulação de incêndios classes “A”, “B” e “C”; acidentes de pessoal; exercícios de avarias operacionais; sinais por bandeiras e holofotes; operações aéreas, com pick up nos três navios; acidente com aeronave a bordo; perda de governo; e crache no convoo do Raposo Tavares.

A Operação BRACOLPER vida incrementar o nível de treinamento, interoperabilidade e integração entre as Marinhas do Brasil, da Colômbia e do Peru, em prol da segurança da Região Amazônica na tríplice fronteira, além  de proporcionar estreitamento dos laços de amizade e fraternidade entre os três países.

Ivan Plavetz