Operação Amazônia Azul

0
2091
Foto 1 Op.Am.Az.15.
(Imagem: Marinha do Brasil)

O Comando do 6° Distrito Naval (6º DN) participou da Operação Amazônia Azul 2015, com cerca de 550 militares e empregando diversos tipos de meios flutuantes, helicópteros e efetivos de fuzileiros navais. Entre os meios flutuantes, destacaram-se o monitor Parnaiba (U17), o navio transporte fluvial Paraguassu (G15), os navios-patrulha Piratini (P10), Pirajá (P11), Penedo (P14) e Poti (P15) , o aviso de transporte fluvial Piraim (U29), a embarcação de apoio fluvial GREPD-01, lanchas de apoio ao ensino profissional, lanchas patrulha e botes. O elemento aéreo foi integrado por dois helicópteros UH-12 Esquilo.

Durante a Operação, o Comando do 6º DN desdobrou o navio de transporte fluvial Almirante Leverger (G16) e o navio de assistência hospitalar Tenente Maximiano (U28) em ações cívico-sociais, direcionadas às populações carentes na calha Rio Cuiabá até a cidade de Porto Cercado e Rio Paraguai, disponibilizando atendimento médico e odontológico.

Em três dias de operações, o Comando do 6° DN efetuou 303 inspeções, 76 notificações e uma embarcação apresada pelo Monitor Parnaíba pois encontrava-se sem documentação. A mesma foi entregue à Capitania Fluvial do Pantanal.

O Tenente Maximiano já realizou aciso (ação cívico-social) nas localidades de Porto Albuquerque, Porto Morrinho e Porto da Manga. Já foram realizados 58 atendimentos médicos, 20 atendimentos odontológicos e 1.887 medicamentos distribuídos.

Os navios estão realizando diariamente exercícios e adestramentos de combate a incêndio, postos de combate, postos de abandono, alagamento, GVI/GP e navegação em baixa visibilidade.

Ivan Plavetz