Oficinas da Helibras recebem certificação internacional

0
1402
(Imagem: Airbus Helicopters)

As oficinas da Helibras, responsáveis pela revisão e reparo de Conjuntos Dinâmicos e Pás, bem como pelos demais processos de manutenção nos helicópteros da marca, receberam a Certificação da autoridade aeronáutica canadense (Transport Canada Civil Aviation – TCCA) validando todas as atividades de manutenção já certificadas pela ANAC.

Com essa certificação do TCCA, componentes e peças dos helicópteros de clientes canadenses, poderão ser revisados pela Helibras no Brasil, reduzindo custos e os tempos dos serviços. O objetivo é fornecer suporte especialmente para clientes internacionais do segmento Oil & Gas que operam helicópteros H225,  oferecendo benefícios como proximidade, preços em reais, técnicos treinados na Europa, eliminação das etapas de exportação/importação e a utilização do único banco de prova para a caixa de transmissão principal do H225 e H225M (M-militar) existente nas Américas, sistema instalado em Itajubá (MG).

Imagem 2 Helibras-Certif.Inter.....
Componentes reparados no Brasil poderão atender frota de H225 no exterior. (Imagem: Helibras)

Além disso, o operador poderá utilizar estes componentes em qualquer aeronave de sua frota sem a necessidade de uma nova certificação.

“Neste momento de dificuldades econômicas pelo qual o mercado atravessa, é prioritário desenvolvermos soluções que melhorem nossa produtividade e competitividade refletindo em benefícios aos nossos clientes. Esta certificação é o resultado de um trabalho intenso junto à autoridade canadense e brasileira representando mais um diferencial no atendimento aos nossos clientes. Com isso poderemos ampliar as atividades dos centros de manutenção da Helibras, oferecendo serviços para os clientes de forma global”, disse Antônio Amaral, gerente de Centros de Serviços da Helibras.

A Helibras também já iniciou o processo de certificação junto à EASA (órgão aeronáutico europeu) para atendimento a outros clientes internacionais que tenham helicópteros operando no Brasil.

Ivan Plavetz