O primeiro jato LIFT Aermacchi M-346 da Força Aérea da Polônia

0
2263
O M-346 foi projetado para ser um avançado Lead-In Fighter Trainer (LIFT). (Imagem: Leonardo-Finmeccannica)

Foi apresentado nas instalações da Leonardo-Finmeccanica em Venegono-Superiore, nas proximidades de Varese, Itália, o primeiro jato de treinamento avançado M-346 dos oito encomendados para a Força Aérea da Polônia.

A cerimônia de rollout contou com a presença do vice-ministro da Defesa da Polônia, Bartosz Kownacki, do subsecretario de Estado para o Ministério da Defesa da Itália, Gioacchino Alfano, e do diretor-gerente da Leonardo-Finmeccannica Aircraft, Filippo Bagnato.

De acordo com Mauro Moretti, chefe-executivo e gerente-geral, a companhia é a única no mundo apta a oferecer uma completa solução tecnológica que reduz o tempo de treinamento de pilotos visando prepara-los para voar os sofisticados novos aviões militares.

Hoje, muitos países estão voltando suas atenções para sistemas integrados de treinamento que inclui aeronaves e sistemas de simulação baseados em terra, ressaltou Moretti. Essas capacidades já foram colocadas a prova no centro de treinamento da Força Aérea da Itália implantado em Galatina, nas proximidades de Lecce, onde pilotos de 11 Forças Aéreas aliadas e da OTAN recebem treinamento e se formam com aviões e sistemas produzidos pela Leonardo-Finmeccanica, finalizou o executivo.

Vale lembrar que o M-346 foi desenvolvido dentro do conceito Lead-In Fighter Trainer (LIFT), o qual, associado a um sistema de treinamento baseado em terra, atende aos mais avançados requisitos dos programas de treinamento de pilotos destinados aos aviões de combate de última geração.

O primeiro dos oito Aermacchi M-346 encomendados em 2014 passara a partir de agora por um programa de testes de voo para certificar a customização dos sistemas escolhidos pela Força Aérea da Polônia, bem como o paraquedas de frenagem.

A entrega desse exemplar esta prevista para acontecer até o final do ano juntamente como o segundo da encomenda. As entregas deverão terminar em novembro de 2017.

Os M-346s poloneses irão operar no 4º Esquadrão da Ala de Treinamento, unidade sediada na base aérea de Deblin. Com a chegada dos M-346, Deblin se tornará um centro de treinamento internacional de pilotos militares.

Encomendas das Forças Aéreas da Itália (18 unidades), Cingapura (12), Israel (30) e Polônia (8) totalizaram 68 unidades vendidas.

Ivan Plavetz