Nicarágua recebe lote de carros de combate russos T-72B1

0
2841

Após um período de especulações, a Nicarágua recebeu lote de carros de combate T-72B1, segundo fontes da indústria de defesa da Rússia. A informação circulou também em vários meios de comunicações do mundo incluindo jornais da América do Sul.

De acordo as fontes russas, mais de 20 unidades do T-72B1 foram entregues para a Nicarágua no mês de junho, e unidades remanescentes serão fornecidas até o final de 2016. Conforme os russos, o país centro-americano deverá operar um total de 50 T-72B1.

Os T-72B1 da Nicarágua estão sendo integrados à brigada de infantaria mecanizada denominada General Augusto Sandino. A unidade está estacionada nas proximidades da capital Manágua.

Popularmente denominado White Eagle, o T-72B1 está dotado de um sistema de pontaria diurno/noturno PN-72U Sosna-U. O posto do comandante está equipado com um sistema de visão panorâmica PKP-72 Sokolinyi Glaz (Olhos de Falcão) integrado com um imageador termal (FLIR) de terceira geração. O modelo dispõe de um dispositivo automático de engajamento de alvos, de um sistema de gerenciamento de informações de chassis, uma estação antiaérea remotamente controlada armada com metralhadora 12.7 mm NSVT Utes, uma metralhadora coaxial PKT de 7.62 mm, tubos lança-granadas, uma unidade auxiliar de geração de energia (APU), e um sistema de navegação GPS/GLONASS.

O canhão de 125 mm modelo 2A46M é o principal armamento, equipado com um sistema estabilizador. Para proteção balística, o T-72B1 recebeu uma armadura explosiva reativa (ERA conforme sigla em inglês) desenvolvida em meados dos anos de 1980.

As primeiras imagens dos T-72B1 da Nicarágua analisadas por especialistas indicam que alguns aperfeiçoamentos contidos nos T-72B3M foram integrados nos exemplares que estão sendo entregues pelos russos.

Ivan Plavetz
Fonte: TASS/La Razón