Ministros da Defesa sul-americanos se reuniram em Montevidéu

Imagem 1 VIReunião-CDS
Encontro em Montevidéu promoveu estabilidade política e econômico-social na América do Sul. (Imagem: Divulgação)

Todos os anos, os ministros da Defesa de doze países sul-americanos se reúnem para discutir e aprovar assuntos de interesse do setor. Em 2015 o encontro aconteceu na última semana em Montevidéu, capital do Uruguai. Trata-se da VI Reunião Ordinária do Conselho de Ministros de Defesa Sul-Americano (CDS).

Além do Brasil, estiveram presentes representantes da Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Guiana, Paraguai, Peru, Suriname, Uruguai e Venezuela. Todos integram a União de Nações Sul-Americanas (UNASUL).

A conclusão das atividades do Plano de Ação 2015 do CDS, incluindo atlas de mapas correspondente a riscos de desastres naturais na América do Sul, desenvolvimento e a produção regional de um sistema de aeronaves não-tripuladas (VANT UNASUL) e o desenvolvimento de um avião sul-americano de treinamento primário e básico (Projeto UNASUL I) foram alguns dos temas abordados no encontro.

Também foram analisados planos de trabalho e o orçamento para 2016 do Centro de Estudos Estratégicos de Defesa (CEED) e da Escola Sul-Americana de Defesa (ESUDE).

Sobre o CDS

Instituído em dezembro de 2008 por decisão dos 12 países que integram a UNASUL, o CDS demonstrou, em pouco tempo, elevado valor estratégico no horizonte de atuação do órgão regional.

Tem por objetivo consolidar a América do Sul como uma zona de paz, criando condições para a estabilidade política e desenvolvimento econômico-social, além de construir uma identidade de defesa sul-americana, gerando consensos que contribuam para fortalecer a cooperação no continente.

Por meio do CDS, os países membros analisam conjuntamente questões políticas e estratégicas, promovendo um amplo debate sobre as realidades global e hemisférica, a partir da ótica sul-americana.

Além do Conselho de Defesa Sul-Americano, o Brasil participa ativamente de outros fóruns de Defesa em nível regional e sub-regional, tais como os encontros de Chefes de Estados-Maiores e de Comandantes de Forças Armadas, Junta Interamericana de Defesa, Comissão de Segurança Hemisférica, Conferência de Ministros de Defesa das Américas, Conferência dos Exércitos Americanos, Conferência Naval Interamericana e Sistema de Cooperação entre Forças Aéreas Americanas.

Ivan Plavetz

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) planeja testar uma das mais avançadas tecnologias de imageamento por satélite. Isso será...

A IACIT fortaleceu sua posição no mercado ao estabelecer uma colaboração estratégica com a Omnisys Engenharia, subsidiária da Thales, e a Meteomatics,...

A MBDA assinou uma emenda contratual com a Organização para Cooperação Conjunta em Armamento (OCCAR) para aumentar as capacidades técnicas...

A equipe de Tecnologia & Defesa esteve a bordo do super navio-aeródromo USS George Washington (CVN 73), um navio de...

Comentários

DISPONÍVEL