MC-21-300: Apresentado o novo avião comercial da Rússia

0
2884
(Imagem: Rostec)

Foi apresentado publicamente, na cidade siberiana de Irkutsk, o novo avião russo para voos de médio alcance MC-21-300. A cerimônia aconteceu nas instalações onde encontra-se a linha de montagem da aeronave.

De acordo com o conglomerado industrial russo Rostec, o MC-21-300 é uma aeronave  internacional, pois é produto concebido pela engenharia russa com suporte de ferramentas de projeto e produção europeias e norte-americanas.

A Rostec destaca que a diferença entre o  MC-21-300 e outros concorrentes são suas asas feitas de materiais compostos. Segundo a fabricante, essas asas são pouco comuns devido ao processo de fabricação que emprega tecnologia de infusão a vácuo, resultando uma estrutura mais leve e barata. Isto permite que a aeronave seja mais rápida que seus concorrentes afirma a Rostec.

Adicionalmente, graças aos tipos de motores adotados os gastos de combustível e emissão de ruído serão significativamente reduzidos em comparação com os modernos aviões da atualidade.

Futuramente, será adotado o novo motor russo PD-14, menor em seu diâmetro, porém, suficientemente econômico.

Os parceiros industriais russos do MC-21 são parte integrante do conglomerado Rostec. A Technodinamika forneceu para o MC-21 componentes de vários sistemas e possui  potencial para substituir outros de origem estrangeira nas novas versões do MC-21.

Maxim Kusiuk, chefe da Technodinamika, disse que em 2005, ocasião em que o projeto do MC-21 foi iniciado, as plantas independentes da holding não eram capazes de fazer uma proposta acabada de sistemas  para  os construtores de aeronaves, no entanto, durante os anos seguintes o trabalho realizado resultou em capacitação para fornecer um amplo e diversificado conjunto de novos sistemas para o MC-21, entre eles, sistemas de proteção contra incêndios, de distribuição de energia elétrica, de geração de força auxiliar e de fornecimento de oxigênio de emergência aos passageiros devido a descompressão da cabine da aeronave, entre outras inovações.

Outra holding da Rostec, a ODK, produziu nove unidades de motores no âmbito do programa PD-14 e se espera que mais quatro deles sejam completados ainda em 2016. Atualmente, esta sendo completada  a produção do motor PD-15 100-10. Encontra-se em produção os motores 100-11, 100-12 e 100-13.

No total, o programa de provas de engenharia e certificação prevê a produção de 12 motores de prova e cinco motores para realização de voos de testes do MC-21. O processo de certificação do motor básico PD-14 deve finalizar entre 2018 e 2019 quando depois de certificado pela local AP MAK ele seja certificado pela Agencia Europeia de Segurança de Aviação (EASA), sendo que este último processo já foi iniciado. O PD-14 já conta com vários protocolos de compra.

A corporação VSMPO-AVISMA, também holding da Rostec, produz para o MC-21 peças e partes conformadas com ligas resultante da fusão Titânio/Alumínio para produção de detalhes das asas, fuselagem,  portas, cauda, estrutura interna da fuselagem, motor PD-14, entre outros.

O MC-21 apresenta inúmeras inovações, entre elas, concepção estrutural. (Imagem: Rostec)
O MC-21 apresenta inúmeras inovações, entre elas, concepção estrutural. (Imagem: Rostec)

Vale lembrar que a VSMPO-AVSMA é mundialmente conhecida por fabricar 30% da produção mundial de titânio, sendo que atualmente  70% da sua produção é exportada, cobrindo por exemplo,40% das necessidades de titânio da Boeing, 60% da Airbus e 100% da Embraer.

A holding KRET, conhecida pela produção de avionica para os aviões de combate Sukhoi e para toda frota de helicópteros russos, produz para o MC-21 uma série de sistemas de medição de altitude e velocidade, bem como consoles multifuncionais de comando e controle.

O primeiro protótipo do MC-21 será equipado com instrumentação de testes incluindo para gravação de dados. O MC-21 já conta com 175 contratos de compra incluindo 100 cartas de intenção e opções.

A configuração interna típica do MC-21-300 é de 211 assentos. A versão MC-21-200, de fuselagem menor, terá 176 assentos. A Rostec afirma que o MC-21 será mais veloz que seus concorrentes, terá  preço unitário competitivo em comparação com os concorrentes de ultima geração e em alguns aspectos melhor que eles.

Ivan Plavetz