Marinha do Brasil se prepara para o revezamento da tocha Olímpica

0
1854
Comando do 1º Distrito Naval empregará um Navio Patrulha Oceânico na Operação Tocha Olímpica. (Imagem: Marinha do Brasil)

O Grupo-Tarefa do Comando do 1º Distrito Naval (Com1°DN) se reuniu para acertar os detalhes finais da Operação Tocha Olímpica dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. Participaram do encontro representantes do Com1ºDN, do Grupamento de Patrulha Naval do Sudeste, do Grupamento de Fuzileiros Navais e da Capitania dos Portos do Rio de Janeiro, da Capitania dos Portos, da Escola de Aprendizes Marinheiros do Espírito Santo e de Organizações Militares envolvidas na missão que servirá de teste para os Jogos Olímpicos Rio 2016.

Caberá ao Com1ºDN desempenhar atribuições da autoridade marítima, executar operações de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), nos períodos de 11 a 18 de maio e 27 julho a 05 de agosto, e estar em condições de apoiar operações interagências de enfrentamento ao terrorismo e de defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica (NBQR), com o objetivo de prevenir ameaças à realização do revezamento da Tocha Olímpica, na área sob jurisdição do Comando. Para isso, a Marinha do Brasil empregará um Navio Patrulha Oceânico, dois Avisos-Patrulha, quatro lanchas e duas motos aquáticas.

Ivan Plavetz