Primeiro disparo do MANSUP

A Marinha do Brasil lançou, na terça-feira, dia 27 de novembro, o primeiro protótipo do Míssil Antinavio Nacional de Superfície (MANSUP), a 300 km do litoral do Rio de Janeiro.
No teste, pôde-se confirmar o correto funcionamento de vários subsistemas e a necessidade de aperfeiçoamento em alguns. Os dados do seu comportamento em voo foram registrados por meio de telemetria, também desenvolvida no Brasil, e, após analisados, orientarão os próximos passos e lançamentos.
Esse Projeto Estratégico foi iniciado há 10 anos em parceria com as empresas nacionais: Avibras, responsável pela propulsão; SIATT, que desenvolve o sistema de guiamento, controle e a telemetria; Omnisys, que realiza o projeto do radar de detecção do alvo; e Fundação Ezute, que auxilia na coordenação dos trabalhos necessários.

A SIATT realizou a entrega, no final de abril último, dos três modelos funcionais dos subsistemas destinados a testes de integração do míssil completo e testes em navios, a saber, o “Compartimento de Vante; o “Compartimento de Ré”, e a “Cabeça de Combate Inerte” ou CCI.
A equipe da SIATT na Ridex 2018 foi formada por Luiz Sérgio Ferreira, Julia Albuquerque, Azhaury Cunha Filho, Rogerio Salvador, Robson Duarte, Khaled Sarout, Maj. Ricardo (CTEX), André Ponce, Felipe Stabile de Abreu, Regis Marongio Borges, Júlio Cesar Lage e Matheus Ladeira.
Os dados obtidos com este lançamento permitirão prosseguir na evolução deste projeto desenvolvido com tecnologia exclusivamente nacional, que colocará o nosso País no seleto grupo de fabricantes de mísseis desse porte.
Todas as imagens desse artigo por Roberto Caiafa, exceto o disparo do MANSUP pela Barroso.

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

Com o objetivo de desenvolver sistemas de alta tecnologia de propulsão e de  aeronaves não tripuladas, está sendo anunciada a...

De todas as novidades da FIDAE 2024, definitivamente a que mais surpreendeu o público não foi a vinda do caça...

A atuação dos drones na guerra entre a Rússia e a Ucrânia mudou os conceitos e doutrinas do atual cenário...

Durante a FIDAE 2024, a Boeing apresentou uma atualização do programa do avião de patrulha marítima P-8 Poseidon e os...

Comentários

EM BREVE