Mais poder para os F-15I israelenses

0
2789
Foto 1 Modern.F-15I.
Considerados estratégicos para Israel, os F-15I de sua Força Aérea receberão novos radares AESA. (Imagem: Força Aérea de Israel)

A Força Aérea de Israel modernizara seus aviões de combate F-15I Strike Eagle, cujo escopo inclui a integração de um novo radar AESA (varredura eletrônica por matriz ativa).

O sensor mais cotado para a modernização da frota israelense é o radar AESA APG-82 (V) 1, selecionado para substituir os APG-70 da Força Aérea dos Estados Unidos (USAF). A escolha de um radar de fabricação estadunidense é resultado de Israel poder adquiri-los usando o Fundo Militar Estrangeiro recebido anualmente dos Estados Unidos.

O F-15I é considerado um equipamento aéreo estratégico para Israel. Ele reúne uma variada gama de capacidades e pode carregar muitos tipos de armas e alcançar alvos distantes. Ele também desempenha missões rotineiras e até de natureza especial, cujos detalhes são confidencias.

De acordo com fontes israelenses, a decisão de modernizar seus F-15I está associada aos atrasos que vem ocorrendo no programa do avião de combate de 5ª geração Lockheed Martin F-35. Foram encomendados 19 exemplares da versão CTOL (decolagem e aterrissagem convencionais) do a um custo de US$ 2.75 bilhões, com previsão de entrega dos dois primeiros exemplares para 2018. No final do ano passado, o Ministério da Defesa de Israel recebeu a aprovação para aquisição de mais catorze F-35.

Ivan Plavetz