ISP divulga índices de Homicídios Dolosos no 1º semestre de 2018 (Rio de Janeiro).

  • Roubos de rua e de cargas registraram quinta queda consecutiva. Apreensão de armas bate recorde neste ano.

O mês de agosto de 2018 apresentou mais uma queda para os crimes de roubo de rua em comparação com o mesmo período de 2017: caiu 16%.

A Área Integrada de Segurança Pública (AISP) 20 (Nova Iguaçu, Mesquita e Nilópolis) liderou a diminuição com 456 ocorrências a menos.

Foram registradas 673 ocorrências de roubo de carga no Estado do Rio de Janeiro em agosto de 2018, número que representa diminuição de 20% em relação ao mesmo mês em 2017.

A taxa reforça o padrão de queda registrado em abril (-14%), maio (-39%), junho (-23%) e julho (-19%), todos comparados com seus respectivos correspondentes em 2017.

A AISP 15 (Duque de Caxias) liderou as quedas neste comparativo.

Roubo de veículos também sofreu diminuição, em agosto de 2018, de 15% em comparação com o mesmo período do ano passado.

A observação dos últimos três meses demonstra reduções em relação ao mesmo período do ano passado (-19%) e ao trimestre anterior neste ano (-21%).

Menos armas nas ruas

Fuzis de assalto apreendidos pelas Forças de Segurança cariocas durante combates na Zona Norte da cidade. (Imagem: SESEG/RJ)

Agosto de 2018 foi o mês com o maior número de armas apreendidas desde maio de 2017: 823 unidades retiradas das ruas, 10% a mais do que o período correspondente no ano passado.

Os registros de homicídio doloso apresentaram queda de 10% em relação ao mesmo período do ano passado, assim como redução de 12% em comparação com julho de 2018.

Os dados divulgados pelo ISP são referentes aos Registros de Ocorrência (RO) lavrados nas delegacias de Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro durante o mês de agosto (abaixo).

O Índice de Homicídios Dolosos na cidade do Rio de Janeiro, aferido entre janeiro a agosto deste ano pelo Instituto de Segurança Pública (ISP), mostra  que no mês de agosto ocorreu uma redução de 10% nesse tipo de ocorrência, em relação ao mesmo período em 2017.

O mapa confirma, nos principais quesitos estudados, uma redução gradativa e consistente dos índices criminais. O estudo revela as principais ocorrências, classificando-as de forma bastante clara e objetiva.

Observe atentamente a imagem.

O leitor de T&D poderá inclusive ampliar a imagem e assim observar mais dados e entender a evolução dos gráficos.

Índice de Homicídio Doloso, (RJ), janeiro a agosto de 2018.

A Segurança Pública é um dos principais desafios brasileiros dos últimos anos. Inúmeros esforços têm sido realizados por gestores, profissionais da área de segurança e por representantes de diversos segmentos da sociedade visando à valorização da vida e ao controle do crime.

Ao completar 10 anos de existência, o Instituto de Segurança Pública – ISP lançou a revista eletrônica “Cadernos de Segurança Pública”, abrindo um importante espaço para a veiculação de estudos sobre o tema.(clique para ler)

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

Com o objetivo de desenvolver sistemas de alta tecnologia de propulsão e de  aeronaves não tripuladas, está sendo anunciada a...

De todas as novidades da FIDAE 2024, definitivamente a que mais surpreendeu o público não foi a vinda do caça...

A atuação dos drones na guerra entre a Rússia e a Ucrânia mudou os conceitos e doutrinas do atual cenário...

Durante a FIDAE 2024, a Boeing apresentou uma atualização do programa do avião de patrulha marítima P-8 Poseidon e os...

Comentários

EM BREVE