Frota com Helionix atinge marco de 100 mil horas de voo.

  • O conjunto de aviônico digital da Airbus Helicopters opera hoje nos modelos H135, H145 e H175 e, em breve, para o H160

A frota de helicópteros da Airbus equipados com o sistema de aviônico Helionix superou o marco simbólico de 100 mil horas de voo apenas três anos após o início das operações dos clientes.

O conjunto de aviônico digital entrou em serviço inicialmente no modelo H145 e no H175 e foi posteriormente certificado no H135. No futuro, equipará também o H160 e outros helicópteros na atual e futura linha de produtos da Airbus Helicopters.

Projetado pela Airbus Helicopters para oferecer maior flexibilidade de missão e segurança operacional, o Helionix surgiu da necessidade dos operadores de um sistema de aviônico mais poderoso, com maiores funções e capacidade de computação, mas que fosse mais fácil de utilizar e dependesse de menos telas. É composto de dois computadores e um layout de cockpit único com até quatro monitores eletrônicos projetados para melhorar a consciência situacional dos pilotos em voo.

“O Helionix é um conceito de família que foi aclamado pelos usuários por sua intuitiva interface homem-máquina e pelo piloto automático, recursos que permitem que os pilotos se concentrem mais plenamente no próprio voo e aumentem a segurança”, declarou Jean-Jacques Mevel, Head do Programa Helionix. “Continuamos investindo no Helionix com um frequente aprimoramento do software, que recentemente incluiu o reforço dos recursos SAR, bem como o modo Rig N ‘Fly de aproximação automática de plataformas de petróleo”.

O conjunto de aviônico inclui um piloto automático de quatro eixos para reduzir a carga de trabalho do piloto e um Indicador de Primeiro Limite no qual os dados do instrumento do motor são mostrados abaixo de um indicador. Um sistema de navegação e comunicação GPS e um Sistema de Consulta de Tráfego completam o conjunto, enquanto um sistema de missão, incluindo o Mapa Digital, um Sistema de Prevenção de Choques com o Terreno para Helicóptero e um Sistema de Visão Sintética, proporcionam aos pilotos plena percepção situacional.

O próximo passo envolverá o aprimoramento de funções como a Transmissão Automatizada de Vigilância Dependente, o Sistema de Visão Sintética e os modos avançados do Sistema de Alerta e Monitoramento do Terreno para Helicóptero, além de propor soluções avançadas de conectividade.

Mais de 250 helicópteros são operados hoje com o Helionix, envolvendo mais de 40 operadores em todo o mundo e realizando uma ampla gama de missões como Serviços Médicos de Emergência (EMS, sigla em inglês), segurança, petróleo e gás, SAR, VIP, entre outros.

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

No dia de hoje, 17 de abril, no Quartel General do Exército (QGEx), o general de exército Fernando José Sant’ana...

Nesta segunda-feira, dia 15 de abril, o Destacamento de Aviação do Exército no Comando Militar do Norte (Dst Av Ex/CMN)...

Começou no ultimo domingo, dia 14 de abril, a Operação “Jeanne d’Arc 2024”, exercício realizado pela Marinha do Brasil (MB)...

Santiago Rivas (*) Na manhã de hoje, 16 de abril, foi finalmente assinado o contrato de aquisição das 24 aeronaves...

Comentários

DISPONÍVEL