Força Aérea do Reino Unido ministra treinamento para militares da FAB

Foto 1 CCPF-FAB-RAF.
Intercâmbio FAB/RAF sobre tarefas de proteção de bases aéreas. (Imagem: Agência Força Aérea)

A Força Aérea Brasileira e a Real Força Aérea do Reino Unido (RAF) iniciaram nesta semana um intercâmbio sobre “Comando e Controle e Proteção da Força”. O encontro acontece no Centro Militar de Convenções e Hospedagens da Aeronáutica, em Salvador (BA) e vai até o próximo dia 06 de março. O objetivo é capacitar oficiais da Infantaria da Aeronáutica para a defesa terrestre de Bases Aéreas.

“Os meios aéreos custam uma fortuna, podem decidir o curso de uma guerra e, entretanto, quando em solo, são tão indefesos quanto uma criança”, explicou o tenente-coronel Piers Holland, da RAF. “Esse é o valor que a autodefesa de base tem”, destacou o oficial.

Contando com participação de oficiais dos Batalhões de Infantaria de Aeronáutica Especial (BINFAE) e de Batalhões de Infantaria (BINFA), além de militares da Academia da Força Aérea (AFA) e da Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR), o intercâmbio é focado na experiência de combate dos militares ingleses com histórico de participação em operações reais em países como Afeganistão, Bósnia, Kosovo e Kuwait.

“Assim como a defesa antiaérea e as operações especiais, a defesa de base é um dos pilares necessários para apoiar e garantir o emprego do poder aéreo”, disse o coronel de Infantaria Luiz Cláudio Topan, chefe da Seção de Preparo Operacional do Comando Geral de Operações Aéreas (COMGAR) e coordenador do evento.

A próxima fase após o término do curso é o desenvolvimento de doutrina própria à Infantaria de Aeronáutica. “Estamos em fase de aprendizado e experimentação para, posteriormente, formularmos nosso material”, disse o coronel Topan. “Seja em apoio às missões das Nações Unidas, para assegurar um aeródromo ou atuar na defesa da pátria, os conhecimentos repassados pelos militares ingleses são de fundamental importância para o aprimoramento e capacitação da Infantaria da Aeronáutica”, finalizou.

Ivan Plavetz

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) planeja testar uma das mais avançadas tecnologias de imageamento por satélite. Isso será...

A IACIT fortaleceu sua posição no mercado ao estabelecer uma colaboração estratégica com a Omnisys Engenharia, subsidiária da Thales, e a Meteomatics,...

A MBDA assinou uma emenda contratual com a Organização para Cooperação Conjunta em Armamento (OCCAR) para aumentar as capacidades técnicas...

A equipe de Tecnologia & Defesa esteve a bordo do super navio-aeródromo USS George Washington (CVN 73), um navio de...

Comentários

DISPONÍVEL