FAB esclarece notícia sobre Gripens no Brasil durante Olimpíadas

Em resposta às informações que circularam na imprensa durante os últimos dias dando conta que aviões de combate Gripen da Força Aérea da Suécia viriam ao Brasil para prestar apoio às operações de segurança aérea durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, a Força Aérea Brasileira através do seu Centro de Comunicação Social da Aeronáutica (CECOMSAER) emitiu o seguinte comunicado para a imprensa:

O Centro de Comunicação Social da Aeronáutica esclarece que não é verdade a informação sobre a vinda de caças Gripen ao Brasil, no período dos Jogos Olímpicos. Há conversações sobre uma eventual visita das aeronaves, porém não há uma data definida para isso. Vale esclarecer que nunca foi cogitado o uso de aeronaves da Força Aérea da Suécia no esquema de segurança do evento. A Força Aérea Brasileira (FAB) tem total capacidade de manter a soberania do espaço aéreo, não somente durante os Jogos Rio 2016, mas diuturnamente em todo o território nacional. Por fim, o Centro de Comunicação Social da Aeronáutica ressalta que todos os projetos de reequipamento da FAB são realizados com total transparência e se mantém à disposição dos veículos de imprensa para a correta divulgação dos fatos.”

Em entrevista, o Comandante do Comando de Defesa Aeroespacial Brasileiro (COMDABRA), major-brigadeiro do ar Mário Luís da Silva Jordão, comenta alguns detalhes e fala sobre a intensificação do trabalho da FAB no controle do espaço aéreo e na defesa aérea durante os Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro.

Ivan Plavetz

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) planeja testar uma das mais avançadas tecnologias de imageamento por satélite. Isso será...

A IACIT fortaleceu sua posição no mercado ao estabelecer uma colaboração estratégica com a Omnisys Engenharia, subsidiária da Thales, e a Meteomatics,...

A MBDA assinou uma emenda contratual com a Organização para Cooperação Conjunta em Armamento (OCCAR) para aumentar as capacidades técnicas...

A equipe de Tecnologia & Defesa esteve a bordo do super navio-aeródromo USS George Washington (CVN 73), um navio de...

Comentários

DISPONÍVEL