FAB completa 1.000 horas de voo com A-1M

0
2472
Foto 1 A-1M-1000h.
O programa de modernização dos A-1 da FAB dotou o modelo com algumas características de 4ª geração. (Imagem: Agência Força Aérea)

O 1º/16º GAv, Esquadrão Adelphi, unidade de combate sediada na Base Aérea de Santa Cruz (RJ) completou 1.000 horas de voo com suas aeronaves A-1M (M-modernizado). A unidade da Força Aérea Brasileira é a única que opera essas aeronaves no momento. O marco foi alcançado durante uma missão de apoio aéreo aproximado, realizada na última semana durante o Exercício Boca do Monte, em Santa Maria (RS).

Desenvolvido pelo Brasil em parceria com a Itália, cujos trabalhos foram divididos entre EMBRAER e Alenia Aermacchi, o A-1 entrou em operação na FAB em 1989. Em setembro de 2013, o Esquadrão Adelphi recebeu o primeiro A-1M. Essa versão modernizada está dotada de novo radar multimodo, novos sistemas de navegação e pontaria, equipamentos de contramedidas incluindo RWR (alerta radar) e flare, assim como cockpit dominado por grandes telas digitais (MFCD), entre outras modificações.

A modernização é realizada na linha de produção da EMBRAE em Gavião Peixoto (SP). Até agora, o Esquadrão recebeu três A-1M. Os Esquadrões Poker (1º/10º GAv) e Centauro (3º/10º GAv), ambos sediados na Base Aérea de Santa Maria, operam as versões A-1A e A-1B.

Ivan Plavetz