F-16 x Gripen: Bulgária inicia conversações com os EUA sobre o F-16V

SOFIA (Reuters) – O governo búlgaro aprovou um plano para iniciar conversas com os Estados Unidos sobre a compra de oito novos caças F-16 para substituir seus antigos MiG-29, fabricados na União Soviética, e melhorar o cumprimento dos padrões da Otan, disse o ministro da Defesa da Bulgária, Krasimir Karakachanov, nesta quarta-feira (09/02).

Um acordo para o F-16V Block 70 da Lockheed Martin valeria cerca de 1,8 bilhão de dólares, a maior aquisição militar da Bulgária desde a queda do regime comunista há 30 anos.

A decisão ainda requer aprovação do parlamento.

Outros concorrentes incluíram a Suécia, com os jatos Gripen da Saab, e a Itália, com Eurofighters de segunda mão.

Caça Multirole: as dezenas de combinações de armamentos que o Gripen E/F pode transportar. No mercado, existe uma tendência em colocar Gripen E/F e o F-16V Block 70 como adversários, já que ambos disputam contratos em vários países.

O Ministério da Defesa e oficiais das Forças Armadas dizem que o F-16 é um caça multi-funções que foi testado em batalha e teve uma longa vida útil.

O Ministério da Defesa disse anteriormente que os Estados Unidos não precisam de licenças e acordos adicionais para fornecer os planos de guerra com as armas e licenças necessárias, ao contrário das ofertas da Suécia e da Itália.

“O governo está propondo ao parlamento permitir que ele inicie conversações com os Estados Unidos para adquirir novos aviões de guerra”, disse o ministro da Defesa, Krasimir Karakachanov, a repórteres.

F-16V Block 70: maior payload que os F-16 anteriores, novos sensores, mais autonomia e um vasto arsenal de armas homologadas.

O governo de coalizão de centro-direita tem uma pequena maioria no parlamento, que deve votar na próxima semana.

O plano estimulou debates políticos acalorados no país do Mar Negro, com partidários dizendo que ele é uma escolha estratégica para a Bulgária, cujos vizinhos da Otan também estão voando F-16, enquanto os críticos acusam o governo de violar as regras da licitação.

Na terça-feira, a Casa Branca disse que os Estados Unidos estão prontos para trabalhar com o governo búlgaro para adaptar um acordo que atenda aos requisitos orçamentários e operacionais da Bulgária.

“Acreditamos que o F-16 Block 70 oferece à Bulgária a melhor combinação possível de preço, capacidade e interoperabilidade com outras forças aéreas da OTAN”, disse o governo do presidente dos EUA, Donald Trump, em um comunicado.

O presidente búlgaro Rumen Radev, um ex-comandante da força aérea e freqüente crítico do primeiro-ministro Boyko Borissov, é tido como um apoiador da oferta sueca do Gripen e criticou o processo como defeituoso e “um triunfo do lobby”.

Críticos questionaram se os Estados Unidos podem entregar os dois primeiros jatos F-16 dentro de dois anos, e apontaram para uma proposta dos EUA de pagamento único ao contratar, em vez de oferecer um esquema de pagamento de longo prazo como preferido na licitação.

A Suécia (SAAB) expressou sua decepção com a decisão e disse que sua oferta estava bem abaixo do orçamento estimado, previa o pagamento de longo prazo e estava pronta para entregar os aviões dentro do prazo.

A questão de quais aviões de guerra comprar tem incomodado sucessivos governos na Bulgária há mais de uma década.

O governo de Borissov relançou a licitação em julho, depois que uma comissão parlamentar decidiu que um processo anterior que favorecia os jatos Gripen deveria ser revisado.

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

O Grupo EDGE, estatal de tecnologia os Emirados Árabes, anunciou que formalizou uma “joint venture” (JV) com a empresa espanhola...

O Exército Brasileiro (EB), por meio da Chefia de Material do Comando Logístico (CMat/CoLog), publicou hoje, dia 04 de março,...

Durante a HAI Heli Expo 2024, que aconteceu no final de fevereiro, nos Estados Unidos, a Safran Electronics & Defense...

Um valor em torno de U$ 400 milhões, resultante de acordo entre o grupo britânico e o Exército da Dinamarca...

Comentários

Disponível

DISPONÍVEL