Exército Brasileiro realiza Operação AZOTO

0
5023

No preparativos para os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos Rio 2016, o Exército Brasileiro iniciou ontem a Operação AZOTO, que ocorre simultaneamente em 15 estados brasileiros.

Coordenada pelo Comando Logístico (COLOG), por intermédio da Diretoria de Fiscalização de Produtos Controlados (DFPC), ela acontece no ambiente interagências e tem por objetivo cooperar com as ações preparatórias para o grande evento com finalidade de fiscalizar o controle da produção, armazenamento, comercialização, transporte e utilização do Nitrato de Amônio (NH4NO3), produto utilizado como matéria-prima para explosivos, atividade realizada com as adaptações necessárias designadas pela Diretoria de Fiscalização de Produtos Controlados (DFPC).

O Azoto ou Nitrato de Amônio pode ser usado para fabricar dispositivos explosivos improvisados. (Imagem: Divulgação)

A operação será desencadeada pelas equipes de Fiscalização de Produtos Controlados, integrantes do Sistema de Fiscalização de Produtos Controlados (SisFPC), no exercício do Poder de Polícia Administrativa, Assistência Jurídica e Operações de Informações, além dos Órgãos de Segurança e Ordem Pública (OSOP) e agências governamentais dos estados envolvidos. Todo o trabalho realizado visa garantir a segurança das pessoas e do patrimônio e prevenção contra ilícitos que possam afetar os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos Rio 2016.

Além de matéria-prima para explosivos, o nitrato de amônio (NH4NO3) também compõe a cadeia de produção  de fertilizantes agrícolas. Sua inclusão no foco da operação de Fiscalização de Produtos Controlados é justificada pelo fato de ter havido registro em outros países de explosões acidentais (em depósito) e intencionais (por terroristas) desse produto químico.

Ivan Plavetz